Paladar

Receitas

Receitas

Gabriela Biló|Estadão
Gabriela Biló|Estadão

Gratinado de batata

Um prato para aquecer o corpo e a alma

por Patrícia Ferraz

Esse gratinado dispensa comentários – basta uma olhada na foto para entender exatamente do que se trata. Delícia. Aquece corpo e alma. Mas, como nada é perfeito, dá um pouco de trabalho prepará-lo. A receita é do novo livro da Melissa Clark, do The New York Times: Dinner – changing the game (saiu recentemente no mercado americano, sem tradução em português). Dei uns (poucos) pitacos, o principal é cozinhar a batata antes de assar – e fiz em refratário em vez de fazer na frigideira.

Preparo

1Aqueça o forno a 180ºC.
2Derreta a manteiga numa frigideira grande, refogue o alho poró, tempere com sal, pimenta e a sálvia picada. Cozinhe, mexendo, por uns 7 a 10 minutos, até amolecer. Tire do fogo. Reserve.
3Cozinhe as batatas em água com sal, por uns dez minutos, sem deixar amolecer muito, apenas para amaciar. Reserve.
4Ponha o leite, o creme de leite, o alho, o louro numa panela e cozinhe em fogo baixo por uns 5 minutos. Descarte as folhas de louro e o alho. Tire do fogo e reserve.
5Bata os ovos numa tigela, adicione a noz moscada e vá colocando o creme, aos poucos, mexendo sem parar.
6Unte o refratário, faça camadas alternadas de batata, alho-poró e molho, tempere cada camada com um pouco de sal e pimenta.
7Espalhe o gruyère no topo.
8Cubra o refratário com papel alumínio e leve ao forno por 30 minutos. Retire a folha de alumínio e asse até derreter o queijo e dourar. Sirva muito quente.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.