Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

50 Melhores da América Latina serão conhecidos hoje

Cercada de muita expectativa, a revista inglesa Restaurant promove na noite desta quarta-feira, 4, em Lima, no Peru, a cerimônia de premiação dos 50 Melhores Restaurantes da América Latina.

04 setembro 2013 | 11:55 por redacaopaladar

Na lista, que contempla 29 países, estarão nove restaurantes brasileiros: D.O.M., de Alex Atala – o latino-americano mais bem colocado na edição mundial do ranking (em 6º lugar) e que deve disputar com o peruano Astrid y Gastón (14º na lista mundial), de Gastón Acurio, o posto número 1 –, Maní (46º no ranking global), Epice, Attimo, Mocotó e Fasano, todos em São Paulo; Sudbrack (80° na lista mundial) e Olympe, no Rio de Janeiro; e Remanso do Bosque, em Belém.

Seguindo o modelo global, haverá ainda a entrega do prêmio para a melhor chef mulher, que será dado à gaúcha Helena Rizzo, que comanda o Maní ao lado do marido, Daniel Redondo. O peruano Gastón Acurio será premiado pelo conjunto da obra.

FOTO: Divulgação

Ficou com água na boca?

Segundo William Drew, editor da Restaurant, a decisão de criar uma edição exclusiva para a América Latina reflete o bom momento gastronômico da região e o interesse que os ingredientes e as receitas locais vêm despertando mundo afora. “O movimento de valorização e descoberta da culinária latino-americana não é passageira e a criação deste prêmio reflete isso”, disse Drew em entrevista ao Paladar. No início deste ano, a Restaurant realizou a primeira edição regional de seu ranking, dedicado à Ásia.

Organizado há quase dez anos pela publicação inglesa, a lista 50 Melhores Restaurantes do Mundo se tornou o mais comentado dos radares gastronômicos da atualidade, superando até mesmo as lendárias estrelas Michelin. É também o mais polêmico. As críticas vão desde o fato de a Restaurant comparar restaurantes do mundo todo sem identificar filiações, fazendo com que fronteiras como as das comidas espanhola, amazônica e peruana, por exemplo, se diluam; até a questão de os próprios chefs e donos de restaurantes fazerem parte do júri.

Helena Rizzo, do Maní, foi eleita a melhor chef mulher da América Latina. FOTO: Felipe Rau/Estadão

O peruano Gastón Acurio será premiado pelo conjunto de sua obra. FOTO: Tiago Queiroz/Estadão

Entenda como funcionam os votos

O sistema de votação para os 50 melhores restaurantes da América Latina adotou a mesma estrutura da premiação dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo. Os 252 jurados foram divididos em quatro regiões votantes, cada uma com 63 eleitores: México & América Central; Brasil; norte da América do Sul e sul da América do Sul.

O júri é formado por escritores e jornalistas de gastronomia, críticos, chefs, restaurateurs e foodies. Cada jurado tem direito a sete votos. Desse total, pelo menos três devem ser usados para reconhecer restaurantes fora do seu país de origem. A decisão sobre os votos é totalmente individual.

A principal regra que os jurados devem obedecer é ter visitado os restaurantes votados durante os últimos 18 meses. Não existem outros critérios – além do fato de o jurado não poder ter qualquer interesse financeiro ou de relacionamento com os restaurantes em que votar. “Queremos saber onde o jurado teve suas melhores lembranças de uma refeição. Estamos interessados em sua opinião, ainda que ela seja totalmente subjetiva”, afirma Drew.

Os restaurantes também não precisam obedecer a critérios específicos. Não precisam vender um determinado produto nem ter sido inaugurados em determinado período nem ter vencido outros prêmio gastronômicos. “É isso que nós acreditamos que mantém a lista atual, com credibilidade, e interessante”, resume o editor.

Leia mais:

LIMA: Por dez dias, o epicentro da gastronomia

Regras da votação

- O jurado tem de ter visitado os restaurantes nos quais está votando nos últimos 18 meses.

- Caso trabalhe ou tenha participação financeira em um restaurante, não pode votar no estabelecimento em questão.

- Os votos são para os restaurantes, não para o chef ou os profissionais que nele trabalhem.

- Cada jurado tem de justificar o seu voto no restaurante número 1 de sua lista.

- O jurado tem de comprovar a data em que visitou os restaurantes nos quais votou.

O Paladar fará a cobertura da cerimônia de divulgação dos 50 Melhores Restaurantes da América Latina. Acompanhe com a gente pelo site ou pelas redes sociais.

Ficou com água na boca?