Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

A recuperação da moela

31 outubro 2009 | 06:04 por redacaopaladar

A moelada com fritas já nasceu destemida no Filial. Foi servida pela primeira vez na comemoração do aniversário de 7 anos do boteco, em 2007, ocasião em que foi inaugurado seu site.

A dona, Elenice Altman, propositalmente escolheu como prato principal uma carne considerada menos nobre para mostrar como pode ser ótima se bem trabalhada. Serviu a moela com molho de tomate e batata frita, nasceu a moelada filiana.

“Resolvemos recuperar esse petisco esquecido em um dia de festa”, diz Elenice, responsável pela cozinha do Filial e de seus irmãos Genésio e Genial. Pois o prato não só recuperou a moral como agradou geral e entrou para o cardápio – e vira e mexe desponta como sugestão do dia.

Elenice deixa a moela horas de molho em vinho branco seco, alho, sal e louro. Despeja o molho da marinada em um refogado com tomate e cebola e, por fim, traz a carne à panela. Cozinha em fogo baixo, acrescenta pimenta e serve em uma frigideira de ferro com batatas fritas e salsinha picada.

Ficou com água na boca?

Até a festa em que lançou-o nunca tinha tentando preparar a moela, foi lendo várias receitas e montou a sua. “É um ingrediente facilmente encontrado em qualquer bom frigorífico de São Paulo”, frisa Elenice.

A hora de provar é agora, tem moelada com fritas no filial esperando você cortá-la e sentir que não precisa cortar coisíssima nenhuma. É ultramacia e apimentada sem ser incoveniente. Acomode-a em cima das rodelas de pão francês e vá torcendo para seu acompanhante preferir as batatas. Comigo não deu certo, o meu não só adorou como disse que o molho era igual ao que a família paranaense fazia, e molhava mais o pão na frigideira. Prove a moelada. E vá de chope.

Filial. R. Fidalga, 254, 3813-9226.

Foto: Werther Santana/AE

Ficou com água na boca?