Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Casa de Ieda serve 'comida de subsistência' baiana em Pinheiros

Natural da Chapada Diamantina, chef traz sabores da fazenda para seu novo restaurante

28 fevereiro 2018 | 19:20 por Ana Paula Boni

Ieda de Matos é natural da Chapada Diamantina (BA), mas não a Chapada da turística Lençóis, no radar de paulistanos, e sim da cidadezinha de Utinga. Ela cresceu numa fazenda (só foi conhecer azeite de dendê aos 14 anos, quando uma baiana instalou seu tabuleiro na cidade), alimentada pela comida de subsistência, comia-se o que a terra dava.

E é essa comida que ela serve no restaurante que abriu em novembro, após testar as receitas durante três anos no food truck Bocapiu, que mantém só para eventos.

Picadinho de carne de sol e banana verde servido com arro vermelho

Picadinho de carne de sol e banana verde servido com arro vermelho Foto: Werther Santana|Estadão

Na Casa de Ieda, há bolinhos (como a versão salgada do bolinho de estudante, feito de tapioca e obrigatório em tabuleiros de acarajé), godó (picadinho de carne de sol e banana verde, servido com arroz vermelho), roupa velha (carne de sol desfiada coberta por purê de queijo coalho) e baião-de-dois, que podem ser combinados no menu-executivo a R$ 35. Para beber, peça aluá (fermentado de casca de abacaxi com gengibre).

SERVIÇO 

Ficou com água na boca?

Casa de Ieda

R. Ferreira de Araújo, 841, Pinheiros

Tel.: 4323-9158

Horário de funcionamento: 11h30/15h (sáb., 12h/16h; fecha seg.)

Ficou com água na boca?