Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Confeiteira resgata receitas tradicionais da doçaria goiana

Por Larissa Godoy

15 julho 2015 | 22:38 por redacaopaladar

A goiana Adriana Lira, da Dona Doceira, faz duas coisas ao mesmo tempo: doces e resgates. Apresentada aos quitutes de sua terra por suas avós, tias-avós e bisavós, decidiu – depois de seis anos trabalhando em uma fábrica de biscoitos – mudar de rumo e voltar a Goiás para pesquisar.

Começou falando com as donas doceiras – nome que viria a se tornar o de sua confeitaria –, senhoras que guardam receitas centenárias. Outro ingrediente para a formação do seu cardápio foi a literatura de Cora Coralina, além do tempero português, levada à região pelos bandeirantes paulistas.

Enfim, começou a fazer os doces que agora vende em sua confeitaria/ateliê em São Paulo, aberta para visitação somente por agendamento. Os doces recuperam receitas da doçaria tradicional goiana.

Ficou com água na boca?

FOTO: Lucas Terribili/Divulgação

Um exemplo é a delicada flor da foto acima (R$ 6 a unidade). Feita com fitas de coco, água de coco e açúcar orgânico, ou combinadas com goiabada, maracujá e açaí, é uma receita de Alice Velascos, senhora de 90 anos que não faz mais o famoso doce e que, por desinteresse da família, também não ensinou aos filhos e netos o passo a passo.

Outra dica são os limõezinhos recheados (R$ 4 por unidade), casquinhas de limão galego cozidas no tacho e preenchidas com doce de leite caseiro.

Dona Doceira

R. Cerro Corá, 1.079, V. Romana. 2157-6114 e 99227-7361. 9h/18h (sáb. 9h/12h. Fecha dom.). E-mail:  ola at donadoceira.com.br

Veja a íntegra da edição do Paladar de 16/7/2015

Ficou com água na boca?