Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

De Veneza para o Fasano

Restaurante celebra a chegada da remessa anual de alcachofras castraure com festival

14 maio 2013 | 17:56 por redacaopaladar

Piatti com Castaure di Veneza foi o nome escolhido pelo restaurateur Rogério Fasano e pelo chef Luca Gozzani para batizar o menu especial que o Fasano oferece a partir do próximo sábado, 18. A inspiração para as criações são as alcachofras castraure – os primeiros botões a despontar no coração da planta e colhidos em seguida para fortificar o vegetal -, vindas diretamente da região italiana de Vêneto para a cozinha do restaurante em São Paulo e do Fasano al Mare, no Rio de Janeiro.

Neste ano, os clientes poderão escolher entre cinco opções de pratos – Castraure alla Greca (alcachofras cozidas, servidas com azeite e lascas de pecorino, R$ 110), Tagliolini con castraure (massa fresca com alcachofras e azeite, R$ 160), Risotto con castraure (risoto com alcachofras, R$ 160,00), Medaglioni di Vitellone con castraure (medalhões de novilho com alcachofras, R$ 190) e Filetto di pesce bianco con castraure (filé de peixe com alcachofras e molho de alcachofras, R$ 190).

Da Itália para São Paulo. Alcachofrinhas são centro de menu especial do Fasano. FOTO: Divulgação

De folhas tenras e carnudas, as castraure têm Denominação de Origem Protegida (D.O.P.) e desfrutam de status de iguaria, graças à combinação de sabor único (marcante e adocicado) e à especificidade de seu cultivo, restrito à pequena ilha de Santo Erasmo, a 20 minutos de Veneza, onde as plantações dominam a paisagem e são colhidas em maio, na primavera.

Ficou com água na boca?

As alcachofrinhas já se tornaram tradição no restaurante. “Desde que começamos a importá-las, há 8 anos, só não tivemos o produto no ano passado, quando a safra foi muito pequena e a Itália proibiu a exportação”, explica Rogério Fasano. Segundo o restaurateur, a primeira remessa tem 5 mil unidades, o suficiente para atender a demanda do festival até o o final de julho. “Mas estou pleiteando mais”, avisa.

Ficou com água na boca?