Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Imbiss lança feijoada alemã e outros 'pratos do dia'

Bar em Pinheiros acrescenta ao menu, além da 'feijoaden', outras duas receitas para uma refeição mais parruda, como o pernil na cerveja com purê de maçã e panquequinhas de batata ralada

26 abril 2017 | 19:01 por Ana Paula Boni

No lugar de pé de porco coloque joelho (ou eisbein), acrescente páprica ao feijão branco, troque a couve por repolho refogado no prato e assim nascerá uma feijoada alemã - ou a feijoaden, como brinca Marcelo Carneiro, um dos sócios do Imbiss, em Pinheiros. A casa, que já servia receitas com salsicha no pão ou no prato e até pastel de joelho de porco, lançou na última semana três pratos para uma refeição mais parruda.

Todos os dias sai o schnitzel (R$ 28), um empanado de filé suíno úmido com salada de batatas ao molho ácido que quebra qualquer gordura e deixa você comer mais; às quartas e aos sábados tem a feijoaden (R$ 29), de tempero acentuado, servida com arroz de açafrão, repolho refogado e um filé menor de schnitzel; e às quintas e aos domingos, pernil suíno na cerveja com tenras panquecas de batata ralada (que lembram a rösti) e purê de maçã (R$ 29).

Feijoada alemã do Imbiss, servida com arroz de açafrão, repolho refogado e schnitzel (filé empanado).

Feijoada alemã do Imbiss, servida com arroz de açafrão, repolho refogado e schnitzel (filé empanado). Foto: Fabiana Klein|Divulgação

De sobremesa, a casa desenvolveu um cookie com marzipan na massa (R$ 10, servido com sorvete). Ah, e para breve está prometido o hambúrguer em pão artesanal de pretzel, para se juntar a outros beliscos, como a porção de massa spätzle com queijo derretido e cubos de bacon fritinho. Boas pedidas para acompanhar os chopes artesanais do local.

SERVIÇO

Ficou com água na boca?

Imbiss

R. dos Pinheiros, 327, Pinheiros

Funcionamento: 12h/22h (todos os dias)

Vista do salão do Imbiss pelo lado de fora, na Rua dos Pinheiros.

Vista do salão do Imbiss pelo lado de fora, na Rua dos Pinheiros. Foto: Daniel Teixeira|Estadão

Ficou com água na boca?