Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Novo Factório serve café da manhã o dia todo

Casa na rua Amauri é misto de bar, cafeteria e restaurante, inspirada em modelos do norte da Europa: a ideia é servir qualquer prato do cardápio, a qualquer hora do dia – das oito da manhã à meia-noite

13 setembro 2017 | 19:09 por Isabelle Moreira Lima

Na rua Amauri, o Factório, que abre ao público na segunda (18), promete servir café da manhã a qualquer hora do dia. Ou da noite, até a meia-noite. O jantar e o almoço seguem a mesma linha: “Se você quer comer uma costelinha às 9h, nós serviremos”, promete Renato Calixto, sócio da casa. 

Ambiente do novo Factório na rua Amauri

Ambiente do novo Factório na rua Amauri Foto: Nilton Fukuda|Estadão

Sem se prender ao horário, o restaurante também promete ser livre no que diz respeito à proposta alimentar. Na prática, isso significa que o cardápio pretende atender (e atrair) amantes de carnes e veganos; pessoas interessadas em comer bem leve e as que só pensam em comfort food; apreciadores de café e os de vinho. Por isso, Calixto tem dificuldade de dizer se a casa é um restaurante, um bar, ou uma cafeteria. Ele prefere o termo “comedoria”, que reúne todos acima, além de um buffet no almoço e um minimercado, onde serão vendidos produtos feitos na casa – granolas, sorbets, geleias e sucos prontos. 

Para definir o conceito e os detalhes da casa, o ex-sócio do Nino Cucina e do bar Pepino, fez uma pesquisa no norte da Europa. Saiu do Brasil com a ideia de focar em tostadas de abacate, mas logo foi demovido e chegou com um shakshuka, receita tradicional judaica que aqui une ovos a tomates e cebolas confitados (R$ 12 meia porção; R$ 20 a inteira). 

As ideias de Calixto foram adaptadas e reformuladas por Gabriel Vidolin, mais conhecido pelo trabalho no Leão Vermelho, seu recém-fechado restaurante em São João da Boa Vista. Ele diz que estava cansado do interior. Uma cozinha que funciona direto por 16 horas parecia uma chance de dar uma “animada”. 

Entradas. Shakshuka e porções de antepastos com pão da casa

Entradas. Shakshuka e porções de antepastos com pão da casa Foto: Nilton Fukuda|Estadão

Destacam-se no cardápio os tomates assados, caponatas e os picles (R$ 16), na entrada. Os pães são feitos na casa e vão dos artesanais de fermentação natural às focaccias. Os grãos têm certo protagonismo, como a cevadinha, que vem com couve-flor e linguiça (R$ 16).

Sob medida para quem busca conforto, costelinhas de porco com purê de abóbora (R$ 48). Merece atenção também o creme bávaro, a base de gemas e cardamomo e leite assados, servido com morangos assados com gengibre e limão (R$ 20), e os sorbets de manga e morango (R$ 14). 

SERVIÇO

FACTÓRIO

R. Amauri, 244, Itaim

Tel.: 3079-7246

Horário de funcionamento: 8h/0h (Dom., 8h/18h).