Paladar

Restaurantes e Bares

Restaurantes e Bares

Sem patrocínio, finalista do Bocuse D’Or faz jantares para arrecadar fundos para concurso

Giovanna Grossi, que venceu as etapas nacional e latina, será a primeira mulher brasileira a disputar a final na França desde que o concurso foi criado, há 30 anos

03 agosto 2016 | 11:54 por Ana Paula Boni

Uma série de jantares será realizada para angariar fundos e ajudar a levar a delegação brasileira de cozinheiros à etapa final do Bocuse D’Or, na França, em janeiro do próximo ano, quando o evento que é considerado a Copa da gastronomia completará 30 anos.

No próximo dia 9, o primeiro dos quatro jantares será realizado em João Pessoa; dia 11 é a vez de Maceió. No fim de setembro, ainda sem data definida, a equipe cozinha em São Paulo, e na primeira semana de outubro será no Rio, enquanto estiver acontecendo a feira Sirha, que abriga o Bocuse D'Or Brasil.

A ideia é a jovem cozinheira de 24 anos Giovanna Grossi - que viajou ao México sem patrocínio e desbancou nove concorrentes em fevereiro deste ano - prepare os pratos que apresentou lá para conquistar o primeiro lugar da etapa latina. Na França, a melhor colocação que o Brasil já teve foi o 10º lugar, em 1997.

Giovanna Grossi e Laurent Suaudeau, na Escola Laurent

Giovanna Grossi e Laurent Suaudeau, na Escola Laurent Foto: JF Diorio|Estadão

Ficou com água na boca?

Sob a supervisão do francês Laurent Suaudeau, presidente do Bocuse D’Or Brasil e que confirmou presença nos jantares do Nordeste, Giovanna treinou meses até chegar às duas receitas, que poderão ser degustadas pela primeira vez pelo público: o filé-mignon em crosta de carvão recheado de anchova e acompanhado de bombom de foie gras com suco de pitanga preta, quiabo com tomate e farofa, além de croquete de mandioquinha recheado com redução de caldo de carne; e o filé de tilápia sobre acelga fermentada com flocos do peixe bonito, servido com totem de mandioquinha recheado de farofa de uarini com tucupi, bolinho de banana-da-terra e mandioca empanado com papoula, além de aspic de caldo de peixe com tucupi e jambu sobre tartar de camarão.

Filé-mignon com bombom de foie gras criado por Giovanna Grossi

Filé-mignon com bombom de foie gras criado por Giovanna Grossi Foto: Divulgação

Filé de tilápia que Giovanna Grossi apresentou na etapa latina do Bocuse D'Or

Filé de tilápia que Giovanna Grossi apresentou na etapa latina do Bocuse D'Or Foto: Divulgação

A entrada e a sobremesa ficarão por conta dos anfitriões dos jantares. No dia 9, é no Roccia, do chef Onildo Rocha, em João Pessoa. Já no dia 11, no Picuí, de Wanderson Medeiros, em Maceió, cidade de Giovanna (R$ 255 por pessoa, com harmonização, nas duas primeiras cidades). Em São Paulo, será no Hotel Grand Hyatt, e no Rio ainda não há local definido.

Depois disso, Giovanna se concentra para treinar - novamente sob a supervisão de Suaudeau - para a final em janeiro, quando 24 países disputam o pódio e o prêmio de 25 mil euros. Para sua preparação, Giovanna passou dois meses neste ano estagiando em cinco estrelados restaurantes franceses, como a Maison Troisgros.

SERVIÇO

Jantar com Giovanna Grossi em João Pessoa

Onde: Roccia - Av. Cabo Branco, 4.542, Cabo Branco, João Pessoa (dentro do Hotel Cabo Branco Atlântico)

Quando: 9 de agosto

Quanto: Quanto: R$ 255 por pessoa (com harmonização)

Reservas pelo e-mail experienciabocusedor@gmail.com ou pelo tel. (82) 98881-0176

Jantar com Giovanna Grossi em Maceió

Onde: Picuí -  Av. da Paz, 1.140, Jaraguá, Maceió

Quando: 11 de agosto

Quanto: R$ 255 por pessoa (com harmonização)

Reservas pelo e-mail experienciabocusedor@gmail.com ou pelo tel. (82) 98881-0176

Ficou com água na boca?