Paladar

Receitas

Receitas

Gabriela Bilo|Estadão
Gabriela Bilo|Estadão

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Sanduíche provençal

Antepasto como refeição? Com essa receita isso é possível

por Patrícia Ferraz

Foi num dia de muita preguiça de cozinhar que resolvi transformar o antepasto em refeição.  O pote com tomates, abobrinhas e berinjelas assados e regados em bastante azeite estava na geladeira. Cortei a baguete em quatro, abri os pedaços ao meio, passei uma boa camada de mostarda de Dijon, distribui as fatias intercaladas de legumes. Para finalizar, queijo gruyère ralado e forno. Ficou uma delícia! Você pode variar, incluir cebola, temperar com tomilho, ou usar apenas abobrinha, por exemplo, polvilhando queijo de cabra em vez do gruyère. Ou berinjela com tomate… A receita deste antepasto foi prato do dia em julho do ano passado, mas coloco aqui novamente para facilitar.

Preparo

1Lave e seque a berinjela, abobrinha e o tomate.
2Corte os legumes em rodelas de espessura média. Se cortadas muito grossas, elas ficam aguadas, acabam amolecendo o pão do sanduíche, atrapalhando a crocância. Se, ao contrário, ficarem muito finas, vão torrar em vez de apenas amolecer. E é importante deixar as rodelas com a mesma largura, para que fiquem prontas na mesma hora.
3Ponha os legumes numa assadeira, misturados ou separados. Tempere com sal e pimenta calabresa. Regue com bastante azeite. Asse em forno médio por 30 minutos mais ou menos; o tempo depende da potência do forno, então o melhor é ir checando o ponto do legumes de quando em quando. Se precisar, regue com mais azeite e dê uma mexida para que assem por igual.
4Corte a baguete em quatro, abra cada pedaço ao meio. Passe a mostarda em todas as fatias. Distribua os legumes intercalados sobre o pão. Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno por alguns minutos para derreter o queijo. Sirva quente, duas fatias por pessoa.
 

Para Beber

Para o sommelier do Bardega, Aldo Assada, este sanduíche tem ingredientes desafiadores (gruyère e mostarda) e pede vinhos vibrantes. Ele sugere o espumante gaúcho Cave Geisse Extra Brut 2012 (R$ 72,50, no site da Cave Geisse), que tem acidez compatível com a mostarda. Ou o italiano Hofstatter Pinot Grigio 2013 (R$ 75, na Cellar), branco untuoso, macio e fresco. Ou, ainda, o francês Michel Chignard Fleurie Les Moriers 2012 (R$ 80, na Cellar), que tem notas de frutas vermelhas frescas e taninos médios, o que evita confronto com o queijo e a mostarda.

Ficou com água na boca?