Paladar

Bodebrown Atomga está de volta, mas agora com cerejas chilenas

Bodebrown Atomga está de volta, mas agora com cerejas chilenas

30 janeiro 2015 | 11:20 por Raphael Rodrigues

Paulo Cavalcanti

Quem acompanha a Bodebrown nos eventos e festivais pelo Brasil deve ter experimentado em 2014 a Bodebrown Atomga Imperial Stout, certo?

Criação dos irmãos Cavalcanti e dos cervejeiros norte-americanos Chris Kirk e Joyce Tyler (ex-Great Divide), agora ela chega reformulada, em garrafa e com cerejas chilenas.

Conversando com Samuel Cavalcanti, o All Beers teve a curiosidade de entender o nome Atomga?
O nome “Atomga” é uma menção honrosa a uma banda musical de Denver, chamada “Atomga Afrobeat Band”. Quando o Chris Kirk e Joyce Tyler ex-Cervejeiros da Great Divide estiveram em Curitiba, Bento Gonçalves e Piracicaba para fazer as cervejas colaborativas, a gente escutava na van o CD da Atomga, que por sinal é bem legal.”, comentou Samuel.

Samuel Cavalcanti

A primeira versão da Atomga Imperial Stout foi com Cacau e Chocolate, em seguida uma outra versão ficou em barris e agora ela está em barris de carvalho americano usado antigamente para cachaça Weber Haus. Além de envelhecer, foram adicionadas cerejas frescas importadas do Chile.

Com 10% de teor alcoólico, madeira, cacau e cerejas, ela é monitorada por Paulo Cavalcanti e Chris Kirk, direto de Denver, Colorado.

Já ficou interessado? Fique atento, pois a Atomga Imperial Stout com cerejas chilenas será vendida em lote limitado de garrafas, apenas 300 e seu lançamento oficial será em março, no Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC).

Tags:

Ficou com água na boca?