Paladar

Degustação: Schneider Weisse Tap6, TapX e Aventinus Eisbock (Alemanha)

Degustação: Schneider Weisse Tap6, TapX e Aventinus Eisbock (Alemanha)

15 abril 2015 | 18:51 por Raphael Rodrigues

FOTOS: Raphael Rodrigues/All Beers

Degustação de três rótulos da cervejaria alemã Schneider Weisse, que chega no Brasil via importadora Stuttgart. Os rótulos degustados foram: Tap6, TapX e Aventinus Eisbock.

Schneider Weisse Tap6 – Unser Aventinus
Criada por uma mulher, Mathilde Schneider, em 1907, é a mais antiga cerveja do estilo weizendoppelbock do mundo. Com 8,2% de teor alcoólico, caramelo no visual e creme bege de boa formação e duração.No aroma, um leve adocicado que lembra um doce, castanhas e tostado.No paladar, corpo médio, aquecimento no final do gole, frutas escuras, ameixas e tostado.Boa cerveja que deve ser apreciada!

Schneider Weisse TapX – Mein Aventinus Barrique
A famosa Tap 6 Aventinus e a Aventinus Eisbock maturam em diferentes barris antes do blend. Logo depois, acontece uma maturação em barricas de carvalho americano Pinot Noir por 8 meses. Em edição limitada e especial, a TapX apresenta 9,5% de teor alcoólico.

No visual, marrom terra, creme claro de baixa formação e duração. Baixa carbonatação.
No aroma, parece que estamos diante de um vinho, extremamente frutada, uvas e madeira se destacam. Com um leve aquecimento o álcool aparece.

No paladar, corpo alto, acidez presente e muito agradável! A complexidade da barrica de Pinot Noir aparece na boca, uva, frutas vermelhas e um leve toque de baunilha. Álcool bem inserido, muito equilibrada.
No afteraste, um frutado duradouro. Ótima cerveja!

Schneider Weisse Aventinus Eisbock
Elaborada a partir da Aventinus Tap 6, ela passa por um processo de congelamento e extração de parte da água. Com 12% de teor alcoólico.Marrom no visual, turva e creme bege de boa formação e duração.No aroma, frutas escuras e baunilha.No paladar, corpo alto, aquecimento no final do gole devido ao alto teor alcoólico, ameixas, baunilha e frutas silvestres. No aftertaste um leve adocicado permanece na boca. Boa!

Tags: