Paladar

A instituição ‘bar da esquina’ ganha mais um ‘Tantin’ de vida

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

A instituição ‘bar da esquina’ ganha mais um ‘Tantin’ de vida

Sob a batuta do chef Marco Aurélio Sena, casa em Pinheiros tem aura de descompromisso, mas com apuro no que serve no prato e no copo

29 de julho de 2022 | 16h55 por Gilberto Amendola

Olá, amigos! Todos bem?

A instituição “bar da esquina” acaba de ganhar um novo representante. O Tantin tem essa aura de descompromisso (como todos os melhores bares de esquina do País), mas entrega um apuro na qualidade do que serve no prato e no copo.
A empreitada é do chef Marco Aurélio Sena (que já passou por casas como Komah e Me Vá). Ainda não almocei por lá (e vou fazer isso em breve – já que é possível almoçar durante a semana por R$ 35), mas belisquei ótimos bolinhos, como o de Jerimum e Queijo Cuia.

 

 

A carta do Tantin é do Vina Apolinário. FOTO: RODOLFO REGINI
O Tantin é bom para quem gosta de mesinhas na rua – mas também é possível se acomodar em um salão no andar de cima. De sábado, rola samba e feijoada (até o fim da tarde – fiquem avisados). Pelo movimento destes primeiros dias de vida, a casa já é um sucesso.
Mas vamos falar de, adivinhem, coquetelaria.
A carta é  do talentoso e low profile Vina Apolinário. Com a missão de não complicar ou encarecer demais os drinques, Vina foi na inteligência e se saiu com uma ótima carta.
Experimente, por exemplo, o Elis, uma versão abrasileirada do Penicillin e uma referência ao apreço da cantora (Elis Regina) ao uísque (com uísque, suco de abacaxi, gengibre, xarope de canela sassafrás e finalizado com uísque defumado). Para uma pegada mais forte, vá de Aridan -uma versão do rabo de galo, com cachaça infusionada em fava de aridan (usada no candomblé) com vermute tinto e Cynar. Também chama atenção o Mestiço – que leva saquê, vinho do Porto dry e jerez manzzanila. Ah, a casa tem ótimas batidas.
E, em tempo, se o Tantin tem a carta do Vina, também conta com a execução da Flávia Suppi.
O Tantin fica na Rua dos Pinheiros, 987, Pinheiros.
Flávia Suppi executa os drinques no balcão. FOTO: RODOLFO REGINI

Aviso de Guest

O bartender Michel Felício, do bar Bottega 21, receberá na quarta-feira, o bartender da Brivitc e finalista do World Class 2021, Ricardo Barrero. Na rua dos Pinheiros, 1.308.

Omakase com gim

Em parceria com o restaurante Sun Sushi, a marca Gim Roku, da Beam Suntory, promove no próximo domingo (31) uma tarde de Omakase harmonizado com drinques elaborados com o gim  japonês. Para comandar o almoço, o chef Evi convida os bartenders Paulo Ravelli e Milton Lopes para uma experiência gastronômica de dez etapas de pratos harmonizados com quatro opções de drinques com Roku, desenvolvidos especialmente para a ocasião. O valor do menu harmonizado é de R$ 350. O Sun Sushi fica na rua Ministro Jesuíno Cardoso, 411.

Dupla dinâmica

Luan Santana e Di Ferrero estão no projeto Jim Beam Welcome Sessions. A dupla já tem ao menos uma apresentação marcada: 31 de agosto. Além disso, os dois participam da série documental De volta às Origens – em que falam sobre o início das suas carreiras. O primeiro episódio já está disponível no YouTube da marca (a série também é exibida pelo canal Multishow). “Estar com o Di Ferrero, dividindo palco e papos, será o aperitivo de tudo o que vem por aí”, disse Luan.

Tags:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?