Paladar

Atenção: o boato foi confirmado

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

Atenção: o boato foi confirmado

Bar no Itaim tem carta de autoria da bartender Bianca Lima, vencedora da etapa brasileira do último World Class Brasil

07 de janeiro de 2022 | 18h54 por Gilberto Amendola

Olá, amigos! Todos bem? Vamos começar o ano etílico de 2022 com muito Disse-Me-Disse, Mexerico e Zum-Zum-Zum.

Ok, ok, essa ainda não é uma coluna de fofoca.

É que “Disse-Me-Disse, “Mexerico” e “Zum-Zum-Zum”  são nomes de coquetéis da carta de um novo bar e restaurante do Itaim Bibi, o Boato.

O bar/restaurante tem espaço arejado (característica importante em tempos de ômicron), foco na gastronomia  ( experimentem o mini-hambúrguer de foie gras, por exemplo) e coquetéis que irão marcar a temporada que se inicia.

A carta é de autoria da bartender Bianca Lima, vencedora da etapa brasileira do último World Class Brasil.
“Eu me inspirei no reino dos fungos para criação de alguns coquetéis da carta. Eles são muito usados na gastronomia e pouco lembrados no bar. Os cogumelos, por exemplo, aparecem nos drinques como guarnição, frescos, desidratados ou até em forma de fat-washing (técnica de  maceração de gorduras vegetais ou animais em um destilado)”, contou Bianca.

Os drinques autorais abraçam toda a paleta de sabores e graduações, que vai dos leves e doces até aos mais encorpados.

O “Cheiro De Coisa Boa”, por exemplo, é uma releitura suave do Ramos Gin Fizz – com gim infusionado com hibisco, mix cítrico, heavy cream, clara, licor de cereja, soda de framboesa com limão e água de flor de laranjeira.
Entre os refrescantes (mas com personalidade), vale conferir o mexicano “Ouvi Dizer”, com tequila, soda de uva branca com ervas, bitter de salsão, spirulina azul e air de salsão; e o “Zum, Zum Zum”, que vai com vodca, mix de cítricos, cupuaçu, xarope de anis, pimenta rosa, coentro e flor de amaranto.

Já nos mais encorpados, dois grandes coquetéis, o “Cochicho” e o “Trufa Martini”.  O primeiro é uma versão do Old Fashioned, com uísque escocês, fat-washing de mix de cogumelos na manteiga vegana, vinho do porto e bitter de cacau. Já o segundo é um martini de “muita responsa”. Preferido deste colunista, o Trufa Martini (único coquetel entre os autorais em que o nome não é um sinônimo de “boato”) vai com gim, vermute seco com mel trufado, luxardo, azeite trufado e apricot. Vale muito a experiência.

Pode confirmar que o boato é real.

R. Pedroso Alvarenga, 1135 – Itaim Bibi.
Fotos: Leo Feltran.
Dry January
Quem levantou a bola no Twitter e no Instagram foi a bartender e pesquisadora Néli Pereira (@neli_pereira). Que tal passar janeiro sem beber?  De acordo com Néli, o movimento começou no Reino Unido em  2013, quando a ex-CEO da ONG Alcohol Change, Emily Robinson, decidiu ficar um mês sem beber para participar de uma meia maratona.  O sucesso foi tão grande que o movimento foi absorvido pelo sistema britânico de saúde. E então? Boa ideia para se preparar para um ano intenso, não é?
Personalizado 
Uma tendência que parece consolidada é a dos drinques engarrafados e personalizados. Hoje, você vai encontrá-los em hotéis, restaurantes, lojas e em muitos outros lugares. O Skye, bar e restaurante do hotel Unique, lançou uma coleção limitada de três drinques engarrafados com arte de Guilherme Kramer. As receitas são criações do chefe de bar Vicente de Paulo e Alê D’Agostino da APTK SPIRITS (que também tem uma loja no shopping Cidade Jardim). Os coquetéis são: Unique Negroni (Tanqueray, Vermute Circollo Rosso, Amaro Scarlatti e água), K6 (Tanqueray, Cassis, Vermute Circollo Bianco e água) e Skye Breeze (Bulleit, Vermute Circollo Rosso, Luxardo, Angostura e água). À princípio, esses engarrafados só podem ser comprados no próprio Skye. Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4700 – Jardim Paulista.
Burlone
Acaba de chegar ao mercado o Gin Burlone. Trata-se de um London Dry Gin com 43,7% de teor alcoólico e uma receita  produzida com botânicos como Zimbro, Semente de Coentro e uma mistura de Lírio, Angélica, Alcaçuz e casca de limão Tahiti. Burlone posiciona-se como uma bebida acessível, com preço de R$69,90. A marca segue a mesma tendência de preços menos salgados do que a Atlantis Gin.

Refil
A Destilaria BEG lança uma garrafa de gin para refil. Feita 100% de alumínio, o lançamento mira em novos hábitos de consumo e na sustentabilidade

At Five

AT FIVE Gin, dos sócios Rami D’Aguiar (montador de filmes) e Fernando Saú (Diretor de Criação da DPZ&T), estreia seu primeiro filme com o conceito SEE YOU AT FIVE, “te encontro às cinco”. A concepção do filme é toda em cima do relógio, símbolo da marca e que está presente no rótulo, e claro, no nome. O vídeo pode ser assistido nas redes sociais da marca ou no site https://www.atfivegin.com.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?