Paladar

Cansou de só pedir gim tônica? Experimente um Dark and Stormy

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

Cansou de só pedir gim tônica? Experimente um Dark and Stormy

No aniversário de um ano do blog, vamos comemorar com um drinque refrescante de rum, limão e refrigerante de gengibre; veja como fazer em casa

19 de julho de 2019 | 18h51 por Gilberto Amendola

Amigos, este é um post especial. Este blog completa um ano de vida.

Não queria que a data passasse sem um agradecimento aos que colocam, semanalmente, este blog em pé. Um brinde para a Patrícia Ferraz, editora do Paladar, que foi quem teve a ideia de criar um blog de coquetelaria e cometeu a loucura de me convidar. Outro brinde duplo para as repórteres Carla Peralva e  Renata Mesquita (sem a ajuda e a dedicação delas isso aqui não rolaria). E uma terceira rodada de drinques para a turma super parceira da TV Estadão!

Meu muito obrigado a todos os novos amigos que estou fazendo por conta do blog e a todos os/as bartenders, mixologistas que têm me ajudado (e me ensinado).

Aqui o primeiro vídeo do blog, que foi ao ar no dia 20 de julho de 2018:

Não é, nunca foi, só sobre álcool.

Vida longa (para o meu fígado também, claro)!

*****

 

Para comemorar, voltamos ao Caulí Bar. Lá, o bartender, mágico e gente fina Sylas Rocha (no vídeo, reparem o truque com uma fatia de limão) nos ensinou a preparar um Dark and Stormy.

Trata-se de um drinque refrescante feito com rum envelhecido. Acho que é um bom começo para quem quer sair um pouquinho da gim tônica e caminhar pelo mundo da coquetelaria sem correr muitos riscos.

É um coquetel de origem caribenha (Ilha das Bermudas), uma variação dos clássicos highballs. Ideal para quem gosta de drinques refrescantes, mas não abre mão de sabor e alguma intensidade. Além disso, não tem mistério. É fácil de fazer.

O nome Dark and Stormy está ligado à lenda de origem do drinque, criado no final da I Guerra Mundial. Conta-se que ele teria nascido diretamente das águas do Caribe, um mar “escuro e tempestuoso” (dark and stormy, em inglês), um verdadeiro risco para os navios que transportavam o rum produzido na Ilha das Bermudas.

Assista ao vídeo:

A receita do Dark And Stormy:
60 ml de rum envelhecido
15 ml de suco de limão-taiti
2 dashes (lances) de Angostura
Refrigerante de gengibre (ginger ale) para completar
> Em copo alto com gelo, coloque o rum, o suco de limão, o bitter e complete com o refrigerante de gengibre. Misture levemente e finalize com uma fatia de limão.

O Caulí Bar fica na  Rua Joaquim Antunes, 248, em Pinheiros.

 

Shake and stir

Pelo menos uma vez por mês, vamos tentar entrevistar uma figura relevante do mundo das bebidas e dos coquetéis. Jogo rápido.

Nesta edição, conversamos com Colin Scott, Master Blender de Chivas Regal, que esteve no Brasil para o lançamento do Chivas XV.


Colin Scott. FOTO: Chivas Regal

1. Como beber uísque escocês? Existem regras?

Não existem regras! O uísque é uma bebida tão versátil que pode ser apreciada em diferentes momentos da vida de uma pessoa – dos momentos agitados aos momentos de reflexão. Podem funcionar acompanhando outros sabores em um coquetel. São suficientemente intensos para se destacar em um highball, mas também podem ser apreciados puros ou com uma gota de água.

2. Qual é, na sua opinião, o melhor coquetel com uísque?

Depende muito da ocasião. Para momentos mais festivos, um highball é bastante refrescante, e para momentos reflexivos no final de uma noite, um old fashioned pode ser incrivelmente gratificante.

3. Em que tipo de coquetel posso usar o Chivas XV? E por quê? Me dê exemplos….

Como eu tenho um paladar doce, particularmente gosto em um old fashioned, um Gold Fashioned,  uma combinação de xarope de caramelo, Angostura bitter com uísque em sua base. O uísque também funciona bem com ingredientes menos intensos e pode ser saboreado em coquetéis delicados, como o Escotia With Love –  uma combinação de uísque com champanhe, suco de uva e folhas de hortelã. Também faz um excelente highball.

4. Descreva seu bar perfeito é poucas palavras.

Um que tenha blend uísques, single malts, single grains e outros – para qualquer que seja o meu humor. Mas, definitivamente, um bar que nunca esteja vazio.

 

Notícias do mundo da coquetelaria

Shot 1. A bartender Fatinha Afonso, do Lupe Bar e Taqueria, foi a vencedora da etapa nacional do 1883 Drink Designer Contest. Ela representará o Brasil na grande final internacional, em Paris.

 

Shot 2. Nesta sexta-feira, 19, o Frank Bar comemora o Dia Internacional do Daiquiri com um cardápio especial. Além da versão clássica, preparada com Rum Havana 3, limão-taiti e açúcar, será servido também o Hemingway Daiquiri (leva Rum Havana 3, Luxardo Maraschino, limão-taiti e grapefruit). A versão clássica sai por R$ 35 e o Hemingway fica R$ 37. O Frank Bar fica na Rua São Carlos do Pinhal, 424, no lobby do Maksoud Plaza Hotel. Aliás, se você gosta de daiquiri saiba que nesta sexta (e também no final de semana) vários bares estarão comemorando a data, como o Picco, o Mundi Bar, Guilhotina, Home Bar e outros. Fique de olho nas promoções.

 

Shot 3. Bartenders de diferentes cantos do Brasil já estão divulgando suas criações para o concurso Behind The Barrel, que leva os vencedores para conhecer a destilaria da Wild Turkey, no Kentucky, EUA. Além de conhecer o lugar, os escolhidos também passam por uma imersão no universo da marca de uísque. A gente já pode experimentar algumas criações, como o Iapoi,  do Leone Silva, no Sylvester Bar. O coquetel leva bourbon, cachaça de jambu, Cynar, limão-siciliano e melado de cana. O Sylvester Bar fica na Rua Maria Carolina, 745, em Pinheiros.

 

Shot 4. Domingo, 21, tem a Galinhada da Lara no Bar Candeeiro. Além da própria galinhada, vai ter cachaça e drinques assinados por Laércio Zulu. O ingresso custam R$ 59 e podem ser comprados pelo site Eventbrite.

 

Shot 5. Na segunda-feira, 22, o Pineapple Bar recebe o bartender Ricardo Takahashi Paulon. Além dos coquetéis do semifinalista do World Class Brasil 2019 e do Chivas Masters, ainda vai rolar churrasco! O Pineapple Bar fica na Rua dos Pinheiros, 1.308. No mesmo dia, o Praia Bar, de Talita Simões, vai receber a bartender Bianca Petrillo. O Praia Bar fica na Avenida Brigadeiro Faria Lima, 272.

 

Shot 6. O Tan Tan Noodle Bar, do bartender Douglas Peres, adicionou três novos drinques em sua carta. Destaque para o Dipteryx (Rum, cumaru, vermute tinto e amaro). O Tan Tan fica na rua Fradique Coutinho, 153, em Pinheiros.

 

Shot 7. Pela primeira vez no Brasil, o uísque Johnnie Walker Red Label lança uma coleção de roupas. A novidade chega pelas mãos da RSV+, célula de colaboração da marca Reserva. As peças podem ser encontradas  em lojas físicas no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre e Brasília, além do e-commerce com entrega para todo o Brasil. Os preços variam de R$ 149 a R$ 549.

Linha de roupas da Johnnie Walker. FOTO: Reserva

 

Ficou com água na boca?