Paladar

No Bagaceira, coquetelaria de boteco alcança sua melhor forma

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

No Bagaceira, coquetelaria de boteco alcança sua melhor forma

Balcão é tocado pelo bartender Thiago Pereira, do Koya88, e oferece clássicos como rabo de galo, maria mole e bomberinho

13 de agosto de 2021 | 14h48 por Gilberto Amendola
Olá amigos, todos bem?
Hoje vamos de Bagaceira. O bar fica na Vila Buarque e é uma parceria da chef Viviane Mello e do Thiago Maeda, chef que comanda o restaurante vizinho, o Koya88.
Rabo de Galo, do Bagaceira. FOTO: Fotos: Tales Hidequi
No balcão, vamos focar nos bebes – que ficam por conta do bartender Thiago Pereira, também do Koya88. “A nossa proposta é ter uma pegada de boteco, mas com uma coquetelaria mais avançada, com um pegada “home made”, disse Pereira.
Uma das apostas da casa são os clássicos do boteco, que vão do Rabo de Galo à Maria Mole ou o Bombeirinho (todos com um toque autoral, transformando-o em Bombeirão). O Macunaíma e Caju Amigo, clássicos modernos, também estão entre os drinques da casa.
Outra pedida típica da cultura de boteco é uma batidinha de coco.
As batidinhas também são destaques na carta de drinques. FOTO: Fotos: Tales Hidequi
Um dos autorais que tem saído bastante é o Haiboro Bagaceira, que combina Cynar, vinagre de pitanga, hortelã e soda. Curioso também para experimentar o Negroni infusionado em café.
A casa tem uma cachaça própria, a Bagaceira. Trata-se de um blend criado pelo cachacier Maurício Maia. Os drinques com cachaça do Bagaceira, claro, são feitos com essa cachaça (que também pode ser apreciada em doses).
Os drinques custam de R$ 15 a R$ 30 – e ainda tem a opção de cerveja de garrafa.
O Bar Bagaceira já está se transformando em um dos points do pessoal de bares e restaurantes.
Ele fica na Rua Frederico Abranches, 197, Vila Buarque.
Haiboro Bagaceira, que combina Cynar, vinagre de pitanga, hortelã e soda. FOTO: Tales Hideki

Brinde com Moderação

Ambev e Tônica Antarctica lançaram um concurso para descobrir o melhor drinque sem álcool do Brasil. O concurso é aberto para profissionais e amadores. Além das marcas, o concurso tem a curadoria da bartender e pesquisadora Néli Pereira. Para participar, os interessados devem deixar o Instagram aberto (público), colocar o passo a passo da sua receita na legenda e marcar @tonicaantarctica e a #brindecommoderacao! Todo domingo um novo desafio será lançado no Instagram da Tônica Antarctica. Depois, os participantes terão até quarta-feira para postar as receitas em vídeo, fotos ou Reels no Instagram.

Dia do Garçom

No último dia 11 de agosto foi celebrado o Dia do Garçom. Para a data, o Bar Léo, preparou uma homenagem ao icônico garçom Luiz de Oliveira, também conhecido como Luizinho.  Se estivesse vivo, Luizinho completaria 100 anos em 2021. O lendário garçom trabalhou por 55 anos no Bar Léo. A partir de sábado  (14) até o dia 21 de agosto, o chope da casa terá impressão na espuma com um selo feito especialmente para o garçom, que leva a fotografia e o nome de Luizinho.

Tags:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?