Paladar

O Aperol Spritz e o prazer de servir um drinque que você não ama

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

O Aperol Spritz e o prazer de servir um drinque que você não ama

Aprenda a fazer o legítimo Aperol Spritz em casa, o drinque com espumante que não sai mais da moda

24 agosto 2018 | 16:01 por Gilberto Amendola

Pela primeira vez gravei o Balcão do Giba em casa – os primeiros cinco vídeos foram gravados no apartamento da Patrícia Ferraz, editora do Paladar.

Acho curioso que o primeiro drinque feito no Capiléques Bar (como batizei o bar lá de casa) seja o Aperol Spritz. Basicamente, porque ele é um drinque que não me entusiasma. Um coquetel que poucas vezes fiz para o meu próprio proveito, no escondidinho do meu apartamento.

Talvez porque eu o considere doce demais. Ou eu ande muito chato com essa coisa de “amargos”. Ainda assim, é um drinque que muitos amigos conhecem e pedem: “Ah, você faz Aperol?”

Em vez de “meter o louco” e discursar sobre a superioridade de outros coquetéis, me rendo ao gosto do “freguês” e tento fazer o Aperol Spritz mais honesto que consigo fazer.

 

E, claro, nos dias quentes, um Aperol pode funcionar tão bem quanto um gim tônica.

Ter um bar caseiro é descobrir o prazer em servir. E não apenas se dedicar à massagem etílica do próprio ego. Não custa nada aprender a perguntar: “Do que é que você gosta?”

Não quero julgar quem é do time Aperol.  Se eu tenho as garrafas certas, bora lá fazer!

Aperol Spritz. FOTO: Bruno Nogueirão/Estadão

A receita do Aperol Spritz:
150 ml de espumante
1oo ml de Aperol
50 ml de água com gás
Uma rodela de laranja
> Drinque montado no próprio copo

Quer ver os vídeos anteriores? Tem drinques como rabo de galo, gim tônica, negroni, old fashioned, manhattan, dry martini e mais. Confira aqui!

Tags:

Ficou com água na boca?