Paladar

O melhor bar do mundo fica em Londres. O nome dele é Dandelyan

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

O melhor bar do mundo fica em Londres. O nome dele é Dandelyan

Confira a lista completa dos 50 melhores bares do mundo, eleitos pelo ranking 50 Best

03 outubro 2018 | 18:32 por Gilberto Amendola

O melhor bar do mundo fica em Londres e se chama Dandelyan. Pelo menos esse é o veredito do The World’s 50 Best Bars, lista que há 10 anos tem servido como referência para o mundo da coquetelaria.

A carta do Dandelyan é  criação do premiado bartender Ryan Chetiyawardana, mais conhecido como Mr. Lyan. O Dandelyan fica dentro do hotel Mondrian.

De férias, em 2017, gastei suadas libras por lá. Cheguei sem reserva antecipada e consegui um ótimo lugar no balcão. Apesar de ter “cara de bar de hotel”, o Dandelyan é mais descontraído, menos formal do que outros bares de hotel em Londres.

Sem firulas desnecessárias, Mr. Lyan partia dos clássicos para atingir novos sabores. Não à toa, o melhor que bebi por lá eram variações de Manhattan, Old Fashioned e um incrível Sazerac (com dois uísques irlandeses na receita). Vale  muito a pena.

Naquela época, os drinques custavam de 13 a 15 libras. Aqui, uma pequena recordação. O cardápio de 2017:


O cardápio de 2017 do Dandelyan, em Londres. FOTO: Gilberto Amêndola/Estadão

Em segundo lugar, outro bar de hotel em Londres: o American Bar. Localizado no hotel Savoy, o bar é o clássico dos clássicos. Lá, você encontra os coquetéis mais equilibrados da paróquia etílica. Se for, tente um lugar no balcão. O atendimento é personalizado e a conversa pode, fácil, se transformar em uma aula sobre bebidas e coquetelaria.

Quando estive por lá, também em 2017, ganhei uma lista assinada pelo bartender Martin sobre quais bares visitar em Londres. Na época, lembro que ele estava encantado, veja só, com os gins brasileiros. Aqui, a lista do Martin:


Lista feita por um bartender do American Bar indicando bons bares londrinos. FOTO: Gilberto Amêndola/Estadão

Entre os 10 melhores também visitei o NoMad (NY), o Connaught Bar (Londres), o Termini (Londres) e o Dante (NY). Destaque para o dry martini do Connaught; e os negronis e o martini Marsala do Termini (queria morar nesse bar).

Quem for viajar para Nova York, recomendo demais uma visita aos 15º e 16º colocados: o Attaboy e o The Dead Rabbit.

O melhor bar sul-americano é o Floreria Atlantico, de Buenos Aires, que ficou com a 14ª colocação (conhecê-lo está na minha lista de desejos).

Os brasileiros

Pelo segundo ano consecutivo, três casas brasileiras entraram na lista dos melhores bares do mundo: Guilhotina, SubAstor e Frank, todos paulistanos, foram os nomes que conquistaram lugar na “segunda metade” da famosa lista. Os três estão entre a 51ª e a 100ª colocação do ranking, que foi anunciado no último dia 19.

O Guilhotina comandado por Márcio Silva, foi o mais bem colocado entre os brasileiros, ficando com o 71º lugar, subindo duas posições em relação ao ano passado. O SubAstor, de Fabio La Pietra, ficou com a 82ª posição, um avanço em relação a lista de 2017, onde ele figurava na 90ª posição. Já o Frank, comandado pelo bartender Spencer Amereno Jr., que no ano passado ficou com a 66ª posição, neste ano caiu para a 86ª posição.

Os 50 Melhores Bares do Mundo

Confira o ranking completo divulgado nesta quarta-feira, 3:

1. Dandelyan (Londres)

2. American Bar (Londres)

3. Manhattan (Cingapura)

4. The NoMad (Nova York)

5.  Connaught Bar  (Londres)

6. Bar Termini (Londres)

7. The Clumsies (Atenas)

8. Atlas (Cingapura)

9. Dante (Nova York)

10. The Old Man (Hong Kong)

11. Licorería Limantour (Cidade do México)

12. High Five (Tóquio)

13. Native (Cingapura)

14. Floreria Atlantico (Buenos Aires)

15. Attaboy (Nova York)

16. The Dead Rabbit (Nova York)

17. Oriole (Londres)

18. Coupette (Londres)

19. Hello to Himkok (Oslo)

20. Speak Low (Xangai)

21. Sweet Liberty (Miami)

22. Baba Au Rum (Atenas)

23. Operation Dagger (Cingapura)

24. Le Syndicat (Paris)

25. Lost + Found (Chipre)

26. Employees Only (Nova York)

27. Central Station (Beirute)

28. Scout (Londres)

29. Three Sheets (Londres)

30. Black Pearl (Melbourne)

31. Tales and Spirits (Amsterdã)

32. Linje Tio (Estocolmo)

33.  Little Red Door (Paris)

34. HongKong Street (Cingapura)

35. Happiness Forgets (Londres)

36. La Factoría (San Juan)

37. Paradiso (Barcelona)

38. Indulge Experimental Bistro (Taipei)

39. El Copitas (São Petesburgo)

40. Tommy’s (São Francisco)

41. BlackTail  (Nova York)

42. Candelaria (Paris)

43. Schumann’s (Munique)

44. Trick Dog (São Francisco)

45. Fifty Mils (Cidade do México)

46. Swift (Londres)

47. Salmon Guru (Madri)

48. Buck and Breck (Berlim)

49. Bar Benfiddich (Tóquio)

50. Lost Lake (Chicago)

Hey, em respeito à Lei Seca (rsrsrs) não teremos Balcão do Giba nessa sexta-feira. Voltamos à bebedeira depois das eleições. Beijos!

Tags:

Ficou com água na boca?