Pizza e drinques combinam? A resposta é um simpático ‘sim’

Saiba onde celebrar essa feliz união em cinco endereços em São Paulo, entre bares e pizzarias

Gilberto Amendola

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.

Pizza e coquetelaria podem andar juntos? Dá match? Combinam? Casam? Harmonizam-se?

A resposta é um simpático “sim”.

Claro, não é todo coquetel, nem toda pizza.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Felizmente, São Paulo está vivendo o momento mais empolgante dessa dobradinha. A cidade tem pizzarias/bares que unem o melhor dos dois mundos.

Segue o fio…

Drinque do QT Pizza Bar (Foto: QT Pizza Bar)

 

+ Pizzas ganham ar mais descontraído em São Paulo

 

QT Pizza Bar

Al. Ministro Rocha Azevedo, 1.096, Jardins

A casa recém-inaugurada combina a tradicional pizza italiana com coquetelaria de alto nível.

A carta de coquetéis, que é a nossa principal conversa aqui, ficou por conta do mixologista Marco De La Roche. “A carta do QT foi pensada para os amantes de uma coquetelaria com personalidade, mas informal. Drinques refrescantes com um toque da cultura de coquetelaria italiana, além dos clássicos que estão na mente de todo bom bebedor. Além do mais, os drinques e as pizzas combinam muito bem”, disse De La Roche.

Os destaques da carta de coquetel são:

GT Mule (gim, Alkermes, água tônica e espuma de gengibre); Lillet Rosé (Lillet Blanc, espumante rosé, gengibre, pêssego e hortelã) e Affumicatto (Bourbon, Campari, licor de lúpulo e vermute tinto defumados em carvalho).

 

Entre as pizzas, vale destacar a “Mortadela” –  com fondue de queijo, mortadela defumada e crocante de pistache.

A casa dá especial atenção com os azeites – oferecendo tipos diferentes para harmonizar com cada tipo de pizza.

Ah, uma curiosidade: o nome “QT” vem de uma brincadeira com a expressão “ Mangia che te fa bene” – que na versão da casa fica “Mangia QT fa bene”.

 

PICCO Bar

R. Lisboa, 294, Pinheiros

Lula Mascella é um prodígio dos coquetéis. Se você não estiver com fome, vale visitar o Picco só pelos drinques.

Dito isso, acredite, o Picco também é uma ótima pizzaria. Aqui, o estilo também é napolitano. Os clientes são incentivados a comer com a mão, sem frescuras. Destaque para a pizza Picco e Brisa.

 

Entre os drinques feitos na casa, eu iria de Garibaldi. Aliás, você pode aprender a fazer esse coquetel clássico em casa. Assista o vídeo abaixo:

 

Guarita

R. Simão Álvares, 952, Pinheiros

O Guarita, bar do Jean Ponce, já é um clássico na cidade. Além da indiscutível qualidade dos coquetéis (a carta deve virar em janeiro), o bar tem ótimas pizzas.

Na última vez que estive por lá, pedi uma pizza de barriga de porco (com, claro, barriga de porco, maionese, pimenta sriracha, pepino e coentro).

Para acompanhar? Recomendo com entusiasmo o “Guarita, Sal e Pepino” – coquetel com gim, maracujá,, concentrado de pepino salgado, lillet e folha de limoeiro.

 

Negroni

R. Padre Carvalho, 30, Pinheiros

A casa focada no negroni e em suas variações também tem um menu respeitável de pizzas. Parma e 3 queijos são as preferidas desse escriba aqui.

Do bar, um dos diferenciais é a possibilidade do cliente montar o seu próprio negroni, escolhendo o gim, o amaro e o bitter italiano.

A casa também tem uma novíssima carta de coquetéis assinada pelo bartender Christopher Carijó.

Soggiorno

Rua Harmonia, 359, Vila Madalena

A unidade da pizzaria Soggiorno, localizada na Vila Madalena, está comemorando os 35 anos da marca com uma carta de coquetéis.

Conhecida pela massa fina, a pizzaria também começou a investir nos drinques.

Assinada pelo bartender porto-riquenho Ruben Moreno, o menu traz novidades como o Chá da Tarde (gim, chá de frutas silvestres, açúcar, limão-siciliano e capim santo); o e Banho Tropical, coquetel servido em uma pequena banheira (gim, licor de laranja, limão-siciliano, redução de abacaxi, Redbull tropical e espuma de gengibre).

Vale destacar também os coquetéis para compartilhar, como Clericot (misto de fruta, brandy e vinho branco); Mumm Fruit (misto de fruta, brandy e espumante) e a  Sangria.

 

MundiBar

R. Itapicuru, 828, Perdizes

Verdade! Me lembrou o Luciano, bartender e proprietário do MundiBar, que a casa também trabalha com ótimas pizza. Inclusive, já experimentei!

Para acompanhar a redondinha eu iria de  Spicy Collins – coquetel vencedor do campeonato da Absolut.

 

Shake and stir

A entrevista dessa semana foi com o bartender Laércio Zulu. No papo, que marcou o Dia da Consciência Negra, ele abre o jogo sobre o racismo dentro do mundo dos bares e restaurantes. Leia aqui. 

 

Notícias do mundo da coquetelaria

Shot 1 – O Subastor vai apresentar sua nova carta de coquetéis na próxima segunda-feira, 25, em um evento só para convidados (claro, já no final da próxima semana estará disponível para os clientes). Assinada por Fabio La Pietra, a carta é uma continuação da pesquisa do bartender pelos seis

biomas do Brasil. O Subastor fica na R. Delfina, 163 – Vila Madalena.

 

Shot 2 – No sábado, dia 23, ocorre o Vinho Verde Wine Experience,  no Parque do Ibirapuera.  O evento conta com a participação de 19 produtores e uma programação repleta de atrações inusitadas. O mixologista Heitor Marin, do bar Seen, do Hotel Tivoli, apresentará em primeira mão dois drinques criados especialmente para o evento e que tem um Vinho Verde como principal ingrediente.  O evento acontece no espaço Webforce, no coração do Parque do Ibirapuera. Mais informações e compra de convites pelo site.

 

Shot 3 – Até o próximo dia 20 de dezembro, a Pernod Ricard irá manter uma pop-up store exclusiva no boulevard do edifício São Paulo Corporate Towers, em frente ao Shopping JK Iguatemi, na Vila Olímpia. O espaço ainda oferecerá gratuitamente workshops para preparação de drinques e harmonização com as bebidas da companhia. O bar fica aberto das 17h às 22h e a loja das 11h às 22h. A carta de bebidas apresenta alguns coquetéis clássicos e outros exclusivos, criados pelos embaixadores das marcas, para serem servidos no local. Os visitantes terão à sua disposição mais de 20 drinques à base de vodca, uísque, rum, aperitivo, champanhe e gim. Os valores variam entre R$ 15 e R$ 35.

Shot 4 – Neste sábado, 23, a Johnnie Walker lança o projeto Johnnie Neighborhood na balada ToKyo, na Vila Buarque. A proposta do projeto é movimentar o centro de São Paulo com o drinque highball.  Para isso, elegeu os bares Buraco, Cama de Gato, Caracol, Kaia Bar e Cozinha, Mandíbula, Rêgo e Tokyo para criar versões autorais do drinque. Depois da festa de lançamento,  já a partir da próxima semana, os bares citados irão comercializar suas versões de highball.

Shot 5 – Aviso de Guest: Na próxima segunda, o Frajola Souza, do Sylvester Bar, convida o Douglas Henrique, do Garoa Bar (RJ), para uma noite de coquetéis. O Sylvester fica na Rua Maria Carolina, 745 – Pinheiros.

 

Shot 6 –  O 50 Best, que organiza a lista mais importante de melhores bares e restaurantes do mundo, também tem um site para descobertas – onde o usuário pode pesquisar por indicações de diversas cidades ao redor do mundo. No caso de São Paulo, além dos premiados Guilhotina, Subastor e Frank, o 50 Best também indica os bares Apotheck, Guarita e Seen.

 

Homenagem

Morreu no último final de semana um dos grandes mestres da coquetelaria contemporânea, Gary Regan, ou simplesmente “Gaz”, como era chamado pelos mais íntimos. Regan escreveu um dos livros mais importantes e fundamentais do mundo da coquetelaria, o The Joy of Mixology. Ele também criou em 1996, um dos bitters mais famosos no mundo, o “Regan’s Orange Bitter nº6“.

Pizza e coquetelaria podem andar juntos? Dá match? Combinam? Casam? Harmonizam-se?

A resposta é um simpático “sim”.

Claro, não é todo coquetel, nem toda pizza.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Felizmente, São Paulo está vivendo o momento mais empolgante dessa dobradinha. A cidade tem pizzarias/bares que unem o melhor dos dois mundos.

Segue o fio…

Drinque do QT Pizza Bar (Foto: QT Pizza Bar)

 

+ Pizzas ganham ar mais descontraído em São Paulo

 

QT Pizza Bar

Al. Ministro Rocha Azevedo, 1.096, Jardins

A casa recém-inaugurada combina a tradicional pizza italiana com coquetelaria de alto nível.

A carta de coquetéis, que é a nossa principal conversa aqui, ficou por conta do mixologista Marco De La Roche. “A carta do QT foi pensada para os amantes de uma coquetelaria com personalidade, mas informal. Drinques refrescantes com um toque da cultura de coquetelaria italiana, além dos clássicos que estão na mente de todo bom bebedor. Além do mais, os drinques e as pizzas combinam muito bem”, disse De La Roche.

Os destaques da carta de coquetel são:

GT Mule (gim, Alkermes, água tônica e espuma de gengibre); Lillet Rosé (Lillet Blanc, espumante rosé, gengibre, pêssego e hortelã) e Affumicatto (Bourbon, Campari, licor de lúpulo e vermute tinto defumados em carvalho).

 

Entre as pizzas, vale destacar a “Mortadela” –  com fondue de queijo, mortadela defumada e crocante de pistache.

A casa dá especial atenção com os azeites – oferecendo tipos diferentes para harmonizar com cada tipo de pizza.

Ah, uma curiosidade: o nome “QT” vem de uma brincadeira com a expressão “ Mangia che te fa bene” – que na versão da casa fica “Mangia QT fa bene”.

 

PICCO Bar

R. Lisboa, 294, Pinheiros

Lula Mascella é um prodígio dos coquetéis. Se você não estiver com fome, vale visitar o Picco só pelos drinques.

Dito isso, acredite, o Picco também é uma ótima pizzaria. Aqui, o estilo também é napolitano. Os clientes são incentivados a comer com a mão, sem frescuras. Destaque para a pizza Picco e Brisa.

 

Entre os drinques feitos na casa, eu iria de Garibaldi. Aliás, você pode aprender a fazer esse coquetel clássico em casa. Assista o vídeo abaixo:

 

Guarita

R. Simão Álvares, 952, Pinheiros

O Guarita, bar do Jean Ponce, já é um clássico na cidade. Além da indiscutível qualidade dos coquetéis (a carta deve virar em janeiro), o bar tem ótimas pizzas.

Na última vez que estive por lá, pedi uma pizza de barriga de porco (com, claro, barriga de porco, maionese, pimenta sriracha, pepino e coentro).

Para acompanhar? Recomendo com entusiasmo o “Guarita, Sal e Pepino” – coquetel com gim, maracujá,, concentrado de pepino salgado, lillet e folha de limoeiro.

 

Negroni

R. Padre Carvalho, 30, Pinheiros

A casa focada no negroni e em suas variações também tem um menu respeitável de pizzas. Parma e 3 queijos são as preferidas desse escriba aqui.

Do bar, um dos diferenciais é a possibilidade do cliente montar o seu próprio negroni, escolhendo o gim, o amaro e o bitter italiano.

A casa também tem uma novíssima carta de coquetéis assinada pelo bartender Christopher Carijó.

Soggiorno

Rua Harmonia, 359, Vila Madalena

A unidade da pizzaria Soggiorno, localizada na Vila Madalena, está comemorando os 35 anos da marca com uma carta de coquetéis.

Conhecida pela massa fina, a pizzaria também começou a investir nos drinques.

Assinada pelo bartender porto-riquenho Ruben Moreno, o menu traz novidades como o Chá da Tarde (gim, chá de frutas silvestres, açúcar, limão-siciliano e capim santo); o e Banho Tropical, coquetel servido em uma pequena banheira (gim, licor de laranja, limão-siciliano, redução de abacaxi, Redbull tropical e espuma de gengibre).

Vale destacar também os coquetéis para compartilhar, como Clericot (misto de fruta, brandy e vinho branco); Mumm Fruit (misto de fruta, brandy e espumante) e a  Sangria.

 

MundiBar

R. Itapicuru, 828, Perdizes

Verdade! Me lembrou o Luciano, bartender e proprietário do MundiBar, que a casa também trabalha com ótimas pizza. Inclusive, já experimentei!

Para acompanhar a redondinha eu iria de  Spicy Collins – coquetel vencedor do campeonato da Absolut.

 

Shake and stir

A entrevista dessa semana foi com o bartender Laércio Zulu. No papo, que marcou o Dia da Consciência Negra, ele abre o jogo sobre o racismo dentro do mundo dos bares e restaurantes. Leia aqui. 

 

Notícias do mundo da coquetelaria

Shot 1 – O Subastor vai apresentar sua nova carta de coquetéis na próxima segunda-feira, 25, em um evento só para convidados (claro, já no final da próxima semana estará disponível para os clientes). Assinada por Fabio La Pietra, a carta é uma continuação da pesquisa do bartender pelos seis

biomas do Brasil. O Subastor fica na R. Delfina, 163 – Vila Madalena.

 

Shot 2 – No sábado, dia 23, ocorre o Vinho Verde Wine Experience,  no Parque do Ibirapuera.  O evento conta com a participação de 19 produtores e uma programação repleta de atrações inusitadas. O mixologista Heitor Marin, do bar Seen, do Hotel Tivoli, apresentará em primeira mão dois drinques criados especialmente para o evento e que tem um Vinho Verde como principal ingrediente.  O evento acontece no espaço Webforce, no coração do Parque do Ibirapuera. Mais informações e compra de convites pelo site.

 

Shot 3 – Até o próximo dia 20 de dezembro, a Pernod Ricard irá manter uma pop-up store exclusiva no boulevard do edifício São Paulo Corporate Towers, em frente ao Shopping JK Iguatemi, na Vila Olímpia. O espaço ainda oferecerá gratuitamente workshops para preparação de drinques e harmonização com as bebidas da companhia. O bar fica aberto das 17h às 22h e a loja das 11h às 22h. A carta de bebidas apresenta alguns coquetéis clássicos e outros exclusivos, criados pelos embaixadores das marcas, para serem servidos no local. Os visitantes terão à sua disposição mais de 20 drinques à base de vodca, uísque, rum, aperitivo, champanhe e gim. Os valores variam entre R$ 15 e R$ 35.

Shot 4 – Neste sábado, 23, a Johnnie Walker lança o projeto Johnnie Neighborhood na balada ToKyo, na Vila Buarque. A proposta do projeto é movimentar o centro de São Paulo com o drinque highball.  Para isso, elegeu os bares Buraco, Cama de Gato, Caracol, Kaia Bar e Cozinha, Mandíbula, Rêgo e Tokyo para criar versões autorais do drinque. Depois da festa de lançamento,  já a partir da próxima semana, os bares citados irão comercializar suas versões de highball.

Shot 5 – Aviso de Guest: Na próxima segunda, o Frajola Souza, do Sylvester Bar, convida o Douglas Henrique, do Garoa Bar (RJ), para uma noite de coquetéis. O Sylvester fica na Rua Maria Carolina, 745 – Pinheiros.

 

Shot 6 –  O 50 Best, que organiza a lista mais importante de melhores bares e restaurantes do mundo, também tem um site para descobertas – onde o usuário pode pesquisar por indicações de diversas cidades ao redor do mundo. No caso de São Paulo, além dos premiados Guilhotina, Subastor e Frank, o 50 Best também indica os bares Apotheck, Guarita e Seen.

 

Homenagem

Morreu no último final de semana um dos grandes mestres da coquetelaria contemporânea, Gary Regan, ou simplesmente “Gaz”, como era chamado pelos mais íntimos. Regan escreveu um dos livros mais importantes e fundamentais do mundo da coquetelaria, o The Joy of Mixology. Ele também criou em 1996, um dos bitters mais famosos no mundo, o “Regan’s Orange Bitter nº6“.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato