Paladar

Quem foi que disse que coquetelaria e churrasco não combinam?

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

Quem foi que disse que coquetelaria e churrasco não combinam?

Uru Mar y Parrilla é uma das casas que não perdeu tempo e investiu em coquetelaria de qualidade e com assinatura para acompanhar os cortes que passam pela grelha

21 de janeiro de 2022 | 15h00 por Gilberto Amendola

É cada vez mais comum encontrar restaurantes especializados em carne que estão investindo seriamente em coquetelaria. Para além dos vinhos, beber um drinque que combine com os mais variados cortes já não é algo impossível.

O Uru Mar y Parrilla, na Jardim Anália Franco,  Zona Leste de São Paulo, é uma das casas que não perdeu tempo e investiu em coquetelaria de qualidade e com assinatura. Em 2019, o restaurante abriu com uma carta assinada por Laércio Zulu. Agora, na reabertura (após período fechado por conta da pandemia), o Uru vem com uma carta assinada por Márcio Silva, uma das 100 pessoas mais influentes da indústria de bebidas no mundo (de acordo com a Drinks Internacional).

Drinque Uru. Foto: Neuton Araújo

 
No balcão e no pré-preparo dos coquetéis está o ótimo Thiago Fernandes. Do bar, saem, por exemplo, acompanhamentos certeiros para quem quiser começar os trabalhos pelas empanadas. Neste caso, tente o Orientales, que leva gim, triple sec, amburana, gengibre e laranja. Outra opção para um primeiro coquetel é o frutado e refrescante Vidéu, com rum, triple sec, vinho chardonnay, amêndoas e abacaxi.

Drinque Uru. Foto: Neuton Araújo

 

Já para acompanhar os cortes que saem da parilla de três metros, desenhada especialmente para o restaurante, tente os coquetéis mais encorpados, como o Conte Rosso (uma versão do clássico Americano), com amaros, alkermes, mix de vermutes, framboesa e bitters. Outra boa pedida é o URU negroni, com gim, amaros, mix de vermutes, framboesa e beterraba. Os drinques autorais custam R$ 36. Do balcão saem também coquetéis clássicos e sem álcool.

O Uru Mar Y Parrilla fica na R. Emília Marengo, 109, Vila Regente Feijó.

URU Negroni             Foto: Neuton Araújo

 
Geest Destilaria
Uma das boas notícias dos últimos anos é a criação e abertura de mais destilarias dedicadas à criação e a experimentação. Um exemplo importante deste movimento é a Geest Destilaria, que conta como seu destilador o Luís Marcelo Nascimento, que foi o criador do saudoso H.Gin Bar.A destilaria fica em Vargem Grande do Sul, no interior de São Paulo. A ideia é investir em variedade e pequenos lotes (e também produção de produtos específicos para bares e restaurantes). Dois gins e duas vodcas já podem ser comprados por meio do Instagram da marca @geestdestilaria. Destaque para a vodca Noir Spirits e gim Rusty 13 (com infusões pós-destilação).Em breve, serão lançados um rum, cachaças, absinto e outros. Assim que a situação pandemia permitir, a destilaria vai programar visitas guiadas e com degustação – bem como a abertura de um bar de coquetelaria no local.

 

No Bondinho

O Aperol Spritz Sunset Bar já está rolando no Bondinho Pão de Açúcar. Localizado no Morro da Urca, no Rio de Janeiro, o bar ganhou vida através da adaptação de um bondinho histórico de 1972. A ativação fica disponível no Bondinho Pão de Açúcar até o dia 30 de abril, das 11h às 20h. A ideia é que os clientes aproveitei o espaço para, claro, degustar um Aperol Spritz.

 

Aniversário de SP

O Vigga Bar vai comemorar o aniversário de São Paulo com uma parceria com a Campari. A casa vai abrir na segunda-feira, dia 24, véspera do aniversário da Cidade, com shows de jazz. Além disso, na compra de dois drinques, sendo um negroni e outro um autoral da casa, o cliente ganha uma porção de  duas unidades de croquetes de costela. O Vigga fica na R. Bacaetava, 186 – Brooklin.

Aniversário de SP 2

No próximo dia 24, véspera do aniversário de SP, o bartender Gabriel Santana, do Santana Bar, vai trazer o bartender Tom Oliveira para uma noite especial de drinques em homenagem à Cidade. O encontro tem o apoio da  destilaria San Basile. O evento será no próprio Santana Bar, na Rua Joaquim Antunes, 1026, às 19h.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?