Paladar

Quer montar um bar em casa? Saiba do que você precisa para começar a brincadeira

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

Quer montar um bar em casa? Saiba do que você precisa para começar a brincadeira

Veja quais utensílios são indispensáveis para fazer bons drinques em casa. Mas, calma, com tudo dá para improvisar

18 janeiro 2019 | 18:01 por Gilberto Amendola

Hey, amigos(as)!

Nossos vídeos voltam no dia 1º de fevereiro. Enquanto isso, achei útil retomar nossa conversa sobre montar um pequeno bar em casa.

Hoje, vou falar um pouco dos equipamentos que vão te ajudar a preparar um coquetel caseiro decente – instrumentos que são usados no cotidiano de um bar de verdade.

Claro, você não precisa gastar uma fortuna com eles. Pode até improvisar uma coisinha ou outra, mas vale a pena ir atrás do básico:

 

1. Dosadores/Medidores

Coquetel não é bagunça. Preparar drinque “de olho” não costuma funcionar entre amadores (e, na maioria das vezes, nem para os mais experimentados profissionais). Se um drinque pede 25 ml de gim, derramar 40 ml na coqueteleira ou usar apenas 15 ml vai fazer muita diferença no resultado final. Você pode encontrar medidores de 30 ml, 25 ml,  15 ml e outras medidas.

Ok, você não quer gastar. Para drinques que pedem partes iguais, como o negroni (30 ml de gim/ 30 ml de vermute tinto/ 30 ml de Campari) você pode substituir o medidor por uma xícara pequena de café ou um copinho de shot.

FOTOS: Gilberto Amêndola/Estadão

 

2. Colher bailarina

Uma colher longa usada para misturar bebidas. Existem modelos com uma ponta arredondada, usada para amassar cubos de açúcar (útil para preparar um old-fashioned, por exemplo); e outro com uma espécie de garfinho ponta, usado para espetar ingredientes.

Ok, você não achou uma colher bailarina para comprar. Nesse caso, tente um hashi (o palitinho usado para comer comida japonesa) – não usado, óbvio. Vai funcionar!

 

3. Coqueteleira

Essencial para drinques batidos (nunca se aproxime de uma se estiver fazendo um dry martini). Existem vários tipos e tamanhos. O modelo tradicional já vem com um filtro de coagem. Cuidado na hora de abrir a coqueteleira para não espalhar bebida pela cozinha. Outra opção é a coqueteleira de Boston, aquela que é composta por dois copos de tamanhos diferentes.

Ok, você não tem uma coqueteleira em casa e não está interessado em comprar uma. Então, improvise uma coqueteleira de Boston. Use dois copos (um com uma boca um pouco menor do que o outro). No copo maior você coloca os ingredientes. Daí, você encaixa o copo menor por cima (de cabeça para baixo, boca com boca). Segure firme nas extremidades e agite. Para tirar o líquido, faça uma pequena abertura entre os copos (isso evita que o gelo caia no seu drinque).

 

4. Mixing glass 

Para drinques mexidos (como dry martini, por exemplo). Basicamente, um copão.

Ok, sendo basicamente um copão, você pode usar um copão. Um dia, no desespero, usei um daqueles copos grandes de cerveja Guinness.

 

5. Coadores

Coador Hawthorne (chamado de strainer; o da direita na foto) serve para separar o gelo e o resto das frutas do coquetel (mais usado em drinques batidos). Tem também o coador julep (o da esquerda), que se encaixa na parte inferior do copo (e é mais usada por drinques mexidos).

Ok, você pode usar aquele coador de cozinha que está esquecido na gaveta.

 

6. Gelão

O gelo é a coisa mais importante no resultado final do coquetel que você está bebendo agora (espero, honestamente, que você esteja bebendo). Então, se você encontrar formas de gelo maior, é um investimento que vale a pena. Ele vai diluir-se mais lentamente e manter a temperatura da sua bebida sem deixa-la aguada.

Ok, você não tem forma de gelão. Use o gelo tradicional e pronto.

 

7. Miscelânea:

Você também pode comprar e improvisar macerador, balde de gelo, pegador de gelo, descascador de frutas, abridor, espremedor de frutas, etc…

O Paladar já fez um vídeo sobre como improvisar utensílios de bar com o que você já tem na cozinha e em casa:

 

8. Copos

Vou começar pelo “ok”.

Sim, você até pode (tem todo o direito) de improvisar no copo se não tiver aquele que é mais adequado para o drinque que você está bebendo.

Mas não existe nada melhor (e mais adequado) do que usar o copo correspondente ao drinque. Não se trata de “frufru”. O modelo do copo é parte fundamental do seu coquetel.

Mas se você não quer colecionar copos e pretende comprar apenas dois estilos diferentes, eu indico esses dois modelos:

● Taça de dry martini: para tomar martinis, manhattans, cosmopolitans e outros.

Old-fashioned: para tomar o drinque que leva o mesmo nome. Uso também para o meu negroni e tantos outros coquetéis.

Ah, taças para gim tônica também são indispensáveis.

Daiquiri no copo de martini. FOTO: Bruno Nogueirão/Estadão

 

9. Bebidas

Um bar caseiro deve começar de algum lugar. Não adianta sair comprando tudo o que você encontrar no mercado, no free shop ou nas adegas. Vá devagar, aos poucos. Esse é um hobby caro. Então, tente começar com as bebidas básicas. Com o tempo, quando você estiver mais seguro com os preparos, você pode ir incrementado o seu bar.

Se fosse começar hoje, eu compraria:

Gim: não precisa ser o mais caro da prateleira. Mas invista em um London Dry. As marcas básicas (Tanqueray, Beefeater, Bombay e Gordon’s) atendem bem qualquer necessidade.

Uísque americano (bourbon): bebida base para muitos coquetéis. Com um bourbon você vai fazer drinques como boulevardier e manhattan.

Vermute tinto: o universo dos vermutes é vasto e fascinante. Aqui, você vai encontrar para diversos gostos e bolsos. Indispensável.

Vermute seco: se você vai se arriscar no mundo do dry martini não esqueça de comprar um vermute seco.

Campari: bitter italiano multiuso. Vai abrir muitas portas para suas experiencias com clássicos e invenções modernas.

Bitter Angostura: uma espécie de tempero para coquetéis. Infelizmente, a infinidade de variações que existe no exterior não chega no Brasil. Antes, juro, ainda era pior – já que a própria Angostura era difícil de achar. Hoje, tem no supermercado. Fundamental.

Cointreau: se for para escolher um licor, vá de Cointreau (licor de laranja). É fácil de encontrar por aqui e ainda tem um preço viável. Ele também é útil para coquetéis como cosmopolitan.

Cachaça: se vai ter um bar em casa, não esqueça de comprar uma bela cachaça.

Eu já falei sobre quais bebidas comprar quando for para o exterior neste vídeo aqui:

Tags:

Ficou com água na boca?