Paladar

Querida, tem uma tequila no meu negroni (e uma infusão sem nenhum segredo)

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

Querida, tem uma tequila no meu negroni (e uma infusão sem nenhum segredo)

O bartender Frajola, do Sylvester Bar, ensina como fazer o Vegetable Negroni, uma releitura ousada, com tequila e beterraba, deste drinque clássico

01 fevereiro 2019 | 19:24 por Gilberto Amendola

Poucas coisas são tão democráticas quanto um negroni. São três partes iguais de três ingredientes (gim, vermute e Campari) mexidos e  pronto.

Qualquer um pode reproduzir em casa. Você nem precisa ter muita coordenação motora ou passar por um teste psicotécnico. Ou seja, é acessível aos esforçados e amadores como eu.

Claro, óbvio, você vai tomar negronis melhores e piores ao longo da sua vida. E isso, provavelmente, vai estar relacionado à qualidade dos produtos utilizados e ao controle de diluição do gelo (usado no mixing glass ou no próprio copo). O trabalho de quem faz consiste basicamente em cuidar para que o drinque não fique “aguado” ou “desequilibrado”.

Apesar dos cuidados, o negroni básico, o basicão, aquele drinque do dia a dia, pode ficar honesto com pouco esforço. Viva a democracia!

Vegetable Negroni, do Sylvester Bar. FOTO: Bruno Nogueirão/Estadão

O negroni  também é uma plataforma para outras criações. Ele vem de uma família muito vasta e cheia de ramificações. Aqui mesmo, neste blog, já fizemos algumas brincadeiras com o boulevardier e outros coquetéis da mesma estirpe.

Tudo isso para contar que uma das minhas versões favoritas é uma criação do barman Frajola, dono do Sylvester Bar. Trata-se do Vegetable Negroni. Neste caso, ele troca o gim pela tequila com infusão de beterraba.

Sempre achei que essa história de tequila infusionada com beterraba seria uma complicação, daquelas que faz você desistir antes de começar (pelo tempo de pré-preparo, por exemplo).

Mas, para minha surpresa, Frajola mostrou que é possível, sim, fazer um Vegetable Negroni em casa. É muito simples, sem cerimônia, e o resultado é incrível.

A tal infusão de beterraba na tequila é a coisa mais sem segredo do mundo. Você só precisa fatiar meia beterraba e colocar na garrafa de tequila. Só! Tem mais, em apenas 24 horas o sabor da beterraba já estará incorporado pela tequila (Frajola usa a tequila do tipo reposado).

Vale a pena e o trabalho é quase zero.

No mais, a receita repete o negroni, com três partes iguais de vermute tinto, Campari e, neste caso, tequila.

Aprenda no vídeo com o próprio Frajola.

 

A receita do Vegetable Negroni
25 ml de tequila infusionada em beterraba
25 ml de vermute tinto
25 ml  de Campari
> Misture os ingredientes no mixing glass com gelo. Depois, coe para um copo baixo com gelo.

Para fazer a infusão:
Meia beterraba (fatiada ou picada) dentro de uma garrafa de tequila (reposado). Nem precisa levar à geladeira. Em 24 horas o sabor da beterraba já estará presente na tequila.

Para beber no bar: 
O Sylvester Bar fica na Rua Maria Carolina, 745, Jardim Paulistano.

 

Notícias da coquetelaria

Shot 1: Mais um bar chega ao centro da cidade. Agora é a vez do Bar do Cofre, administrado pelo premiado SubAstor.  Ele fica no subsolo do farol Santander (Rua João Brícola, 24, Centro). O ambiente manteve as características originais de um cofre. A carta de coquetéis vai trazer clássicos do SubAstor. O bar vai funcionar de quinta à sábado, das 17h à 1h.

Shot 2: O Dandelyan, eleito o melhor bar do mundo em outubro pelo The World’s 50 Best Bars marcou a data de sua despedida. O bar em Londres vai encerrar seus serviços no dia 16 de março. Ryan Chetiyawardana, o Mr. Lyan, responsável pelo Dandelyan, a casa vai fechar pela necessidade dele (e de sua equipe) de explorar coisas novas. O próprio bartender deve abrir um novo bar (com um novo conceito) no mesmo espaço.

Shot 3: No último Balcão do Giba tratei daquilo que, na minha opinião, era o básico para quem quer montar um bar em casa. Mas, na parte das bebidas, cometi um esquecimento grave: esqueci da vodca. Claro, vodca! Não sou um grande entusiasta desse destilado, mas deixá-lo de fora de qualquer projeto de bar caseiro é um pecado. Portanto, feita a correção. Se for começar um bar em casa, trate de comprar uma boa garrafa de vodca.

Tags:

Ficou com água na boca?