Paladar

‘Say My Name’: o nome do coquetel importa. A guarnição nem sempre

Balcão do Giba

Drinques para fazer em casa

‘Say My Name’: o nome do coquetel importa. A guarnição nem sempre

Aprenda a fazer o Resistência, drinque criado pelo bartender Andrea Ambroseano Junior, do IPO Bar, com conhaque, vermute infusionado com cogumelos e espuma de gengibre

07 dezembro 2018 | 14:42 por Gilberto Amendola

Os nomes importam.

‘Say My Name’ – disse Walter White (quando travestido de Heisenberg) em um dos episódios clássicos da série Breaking Bad.

O coquetel de hoje tem um nome que importa: Resistência.

E esse é um nome que pode nos levar para vários lugares. Pode ser o lugar seguro da anedota, da resistência de quem bebeu demais e insiste em permanecer em pé (e pedir uma saideira).

Mas pode ser também a resistência política, revolucionária,  o contra-ataque, a oposição e etc. e tal.

Escolha um significado e experimente esse coquetel criado pelo bartender Andrea Ambroseano Junior, do IPO BarO drinque leva conhaque, vermute com infusão de cogumelos, emulsão de gengibre (chamado aqui de ‘ar de gengibre’) e um shitake grelhado na manteiga.

 

Não é impossível reproduzir em casa (veja no vídeo), mas dá trabalho e exige resistência. A infusão do cogumelo no vermute tinto leva tempo (deixar shitake e shimeji repousando no vermute por semanas), a emulsão exige ‘braço’ (bater o sumo do gengibre e soja para criar uma espuminha) e, por último, você precisa achar um belo de um shitake para colocar no copo como guarnição (garnish – como se convencionou usar).

O shitake no copo me traz um outro ponto. Sou espartano em termos de guarnições. Só acredito em ‘garnish’ com função no coquetel. Se for apenas para enfeitar, sem adicionar nenhum sabor, eu dispenso.

Felizmente, no Resistência, o shitake grelhado na manteiga conversa com o conhaque e o vermute. O shitake está para esse drinque como a azeitona está para o dry martini. Ele adiciona um elemento de sal ao conjunto – e funciona.

Se você gosta de sabores fortes com alto teor alcoólico, pode abraçar essa invenção sem culpa. Tente em casa, mas, se não rolar, visite o IPO e peça para caprichar no shitake.

Resistência, drinque com conhaque e vermute infusionado com cogumelos Foto: Bruno Nogueirão/Estadão

Receita do Resistência
60 ml de conhaque
30 ml vermute com infusão de cogumelo
Shitake
> Os ingredientes são mexidos em um mixing glass (com gelo) e depois coados para uma taça de martini. Na taça de martini, deixe uma pedra de gelo grande. Depois, já no copo, complete com a espuminha de gengibre (ar de gengibre). Por fim, coloque o shitake grelhado no manteiga no copo.

SERVIÇO

IPO Bar
R. Mota Pais, 32, Vila Ipojuca
Tel.: 3853-6178
Horário de funcionamento: 19h/1h (fecha dom., e seg.)

Quer ver os vídeos anteriores? Tem drinques como moscow mule, rabo de galo, gim tônica, negroni, old fashioned, manhattan, dry martini e mais. Confira aqui!

 

Tags:

Ficou com água na boca?