Paladar

Festival do vinho no Rio tem até ônibus com degustações a bordo

Blog da Belle

Notícias do mundo do vinho

Festival do vinho no Rio tem até ônibus com degustações a bordo

Rio Wine and Food Festival vai de 17 a 23 de outubro e inclui jantares, degustações, palestras, feiras e ações promocionais em restaurantes e bares da cidade

14 outubro 2016 | 16:16 por Isabelle Moreira Lima

O Chile, responsável por 45% dos vinhos importados vendidos no Brasil, é um dos principais expoentes desta edição do Rio Wine and Food Festival, que começa na segunda-feira (17) com uma programação intensa de palestras, degustações, jantares e feiras, além de ações promocionais em lojas, supermercados, bares e restaurantes. A agenda completa está aqui.

O blog conversou com Sérgio Queiroz, da Baco Multimídia, que organiza a semana. Ele destaca um ônibus com degustações a bordo. Leia a seguir:

Rio Wine and Food Festival vai contar com jantares e degustações, entre outras. (FOTO: Divulgação.)

Rio Wine and Food Festival vai contar com jantares e degustações, entre outras. FOTO: Divulgação

Qual deve ser a maior surpresa desta edição?
O crescimento que tivemos, mesmo em ano de forte crise. Passamos a ter dois seminários, duas feiras, ações por quatro dias em um dos melhores shopping center da cidade – lá pela primeira vez vamos aderir a tendência dos Food Trucks e Bikes (que é um dos temas de nosso seminário). Teremos também o wine bus, circulando pelos principais pontos turísticos da cidade e com degustações a bordo

A Carmenère é muitas vezes preterida pelos profissionais do vinho. Por que escolheram a cepa para uma grande degustação?
O preconceito é mais entre os profissionais, pois o público brasileiro adora a cepa. O Brasil e o Japão são os países para os quais o Chile vende mais Carmenère do que qualquer outra casta. Entre os profissionais esta prova pode quebrar esse paradigmas. Quem tiver a oportunidade de participar, temos certeza que reverá seus conceitos.

Esta é uma edição chilena, com a maioria das feiras e provas voltadas ao país?
A forte presença do Chile é mesmo notável, e isso é entendível. Os chilenos são responsáveis por 45% do mercado brasileiro de vinhos importados. Eles fazem um marketing bem agressivo, além de terem ótimos vinhos. Em 2016, esperam abocanhar mais da metade do bolo. O motivo? Em primeiro lugar, os vinhos são excelentes em todos os sentidos: qualidade em todos os níveis de preço, diversidade, preço competitivo em todos os níveis de qualidade, são fáceis de entender, de comprar e de beber. Não esquecendo que diversos outros países estão também representados, como o nosso Brasil.

E por que incluir na programação uma outra degustação só de vinhos da Grécia?
A Grécia é o terceiro país com mais castas autóctones (depois de Itália e Portugal), com uma diversidade espetacular de terroirs, além de ser um dos berços do vinho em sua história. Para o brasileiro é um tesouro a ser descoberto. Bom lembrar também que teremos uma feira com vinhos de todo o mundo, diversas master classes com vinhos de outros países como Alemanha, Espanha ,Grécia, Leste Europeu, França. O festival é democrático, social e geograficamente, abrangendo e envolvendo toda a cidade.

Degustações serão realizadas durante toda a semana do Rio Wine and Food Festival, no Rio de Janeiro. (FOTO: Divulgação)

Degustações serão realizadas durante toda a semana do Rio Wine and Food Festival, no Rio de Janeiro. FOTO: Divulgação

Tags:

Ficou com água na boca?