Paladar

Leveduras com DNA modificado podem dar novo sabor aos vinhos, diz estudo

Blog da Belle

Notícias do mundo do vinho

Leveduras com DNA modificado podem dar novo sabor aos vinhos, diz estudo

Cientistas belgas descobrem composto genético responsável por aromas de rosa e mel

21 novembro 2017 | 20:08 por Isabelle Moreira Lima

Depois do vinho sem uva (proposto por uma empresa de biotecnologia de San Francisco, a Ava Winery, que pretende criar vinhos sem fermentação, apenas por “reprodução molecular”), chegou a vez das leveduras geneticamente modificadas, que podem criar sabores novos e únicos a vinhos e cervejas. A descoberta foi feita por um grupo de pesquisadoras belgas, que encontraram um gene nas leveduras que dão sabor adocicado a vinhos e cervejas.

Leveduras dentro de barrica de Champagne, em Noé-les-Mallets, na cave Louise Brison. FOTO: Isabelle Moreira Lima/Estadão

O estudo, divulgado na publicação da Sociedade Americana de Microbiologia, pode ser utilizado para se criar novos sabores. Um composto chamado acetato de fenetila é responsável pelos aromas de rosa e mel em vinhos. “Em alguns vinhos, você consegue sentir o aroma de rosa acima de todos os outros”, afirmou ao site Drinks Business Johan Thevelein, um dos microbiólogos envolvidos com o projeto em Flandres.

As leveduras usadas na fermentação tem alto poder de determinar como serão os vinhos. No vinho, a maioria dos sabores vêm das uvas, mas as leveduras podem modificá-los.

Tags:

Ficou com água na boca?