Paladar

Colorado Double Índica: experimentalismo de (bons) resultados

03 junho 2009 | 14:20 por Roberto Fonseca

Ficha Colorado Double Indica; a garrafa é a mesma, mas o sabor...

Salvo melhor juízo, a Colorado Índica foi a primeira cerveja do estilo India Pale Ale a ser produzida e comercializada no Brasil. Quando foi lançada em garrafa pela microcervejaria homônima de Ribeirão Preto, chamou atenção pela utilização de rapadura em sua composição. A ideia faz parte do que se tornaria a escola “modernista-cervejeira” nacional, se podemos chamá-la assim: aproveitam-se influências do exterior (no caso, o estilo IPA), mas adiciona-se um toque brasileiro, a rapadura.

A dica do ingrediente, segundo Marcelo Carneiro da Rocha, partiu do cervejeiro caseiro e designer de rótulos norte-americano Randy Mosher – que demorou algum tempo até conseguir fazer-se entender ao pronunciar “rapadura” (hehehe). A sugestão levou a uma mudança simples: o açúcar mascavo, que já era usado na cerveja, deu lugar à rapadura, cuja concentração de açúcares é mais irregular. Pessoalmente, sempre achei a Índica uma excelente cerveja (ainda mais na versão chope, recém-saída da fábrica). E fiquei bastante curioso quando, conversando com o Marcelo, soube que a Colorado testava uma versão “extra” da cerveja, que foi batizada de Double Índica.

Ainda mais atiçado pela degustação da experiência que ocorreu há alguns dias no Empório Biergarten, em Ribeirão Preto, fiz a prova da versão engarrafada da Double Índica no domingo. A primeira sensação foi de que o lúpulo, mais discreto e um tanto “coberto” pelo malte na versão normal, ganhou papel de destaque no aroma, aproximando mais a cerveja do estilo IPA. A cerveja também ficou consideravelmente mais seca, tirando um pouco a sensação de corpo da versão tradicional. Me agradou bastante, mas não saberia dizer qual das duas prefiro mais.

Quer dizer, não saberia até domingo, quando deve ser feita a degustação copo a copo da Índica x Double Índica no evento Paladar-Cozinha do Brasil. Às 14h30, ocorre a degustação “Cervejas Brasileiras com ingredientes nacionais”. A Double Índica, que está em fase de testes e não tem previsão de comercialização (ainda, espero…), será um dos destaques do painel. Mas ainda haverá outras cervejas difíceis de achar por aí. Já reservou seu convite? Caso não tenha feito, clique aqui.

Ficou com água na boca?