Paladar

Melhores de 2011, parte 8: Rogerio Còsti

06 janeiro 2012 | 23:10 por Roberto Fonseca

Rogerio Còsti (Foto: Arquivo pessoal)

Veja os votos de Rogerio Còsti, da loja de cervejas virtual Costi Bebidas, e ex-Cervejasnet, de Porto Alegre (RS):

Melhor lager nacional
Meu destaque vai para a 3 Lobos American Pilsen pelo seu paladar e, principalmente, por sua apresentação. Um rótulo muito atraente que exponencia o prazer da degustação.

Melhor ale nacional
Maria Degolada da Anner Bier, com suas notas condimentadas e sua potência alcoólica.

Melhor lager importada para o Brasil
Como destaque de 2011 cito a Rothaus Märzen Export Eis Zäpfle, pela sua refrescância e sabor destacado.

Melhor ale importada para o Brasil
Ola Dubh 40, pela “viagem” que as notas de barrica lhe conferem.

Melhor cerveja caseira
Minha avaliação fica prejudicada pelas pouquíssimas caseiras que experimentei neste ano. Dentre elas, indico as cervejas Diefen Bier, produzidas pelos Diefenthäeler, focados na escola inglesa.

Melhor cerveja de 2011 (aqui ou lá fora)
Season’s Green Cow IPA pelo “tsunami” de lúpulo. É excelente para demonstrar as várias possibilidades que as cervejas podem alcançar em termos de sabor.

Novidade do ano
Cervejaria Season’s, pela inovação, zelo e qualidade dos produtos.

Melhor fato cervejeiro
Eventos cervejeiros espalhados por todo o País. Apesar de problemas de foco e organização, tornam-se positivos para abrirmos os olhos dos consumidores, do governo e do Legislativo.

Pior fato cervejeiro
Pouca ou nenhuma evolução em relação a uma política específica para o segmento. Apesar de todos os esforços realizados, pouco se avançou. Como 2012 é ano eleitoral, a tendência é de estagnação e consequente dificuldade para regulamentação, inovação e redução da carga tributária.

Tags: