Paladar

Melhores de 2012, parte 17: Adriano Bovo

13 janeiro 2013 | 09:00 por Roberto Fonseca

Foto: Arquivo pessoal

Adriano Bovo Mendonça, da Acerva Baiana e juiz do Beer Judge Certification Program (BJCP):

1) MELHOR ALE NACIONAL

Bamberg CaoS. Cerveja muito boa, tendendo um pouco mais para o amargo. Gostei muito e acabei com o estoque dela em Salvador. Espero que a Bamberg produza mais durante esse ano, com muito lúpulo!

2) MELHOR LAGER NACIONAL

Bierland Vienna. Cerveja excelente, com um amargor agradável. Não à toa, foi premiada lá fora. Parabéns ao Feijão (o beer sommelier Paulo Bettiol, que recentemente começou a trabalhar na Dama Bier, de Piracicaba) e ao pessoal da Bierland.

3) MELHOR ALE IMPORTADA

Difícil eu falar, porque sempre dou preferência para as nacionais, mas gostei muito da Rodenbach Grand Cru.

4) MELHOR LAGER IMPORTADA

Novamente, a minha preferência é para as nacionais, mas vou de Samuel Adams Boston Lager.

5) MELHOR CHOPE

ESB e IPA da Blaumer, de Salvador. Por aqui não temos muitas opções de chope, por isso destaco a Blaumer como pioneira aqui em Salvador para as artesanais.

6) MELHOR BAR CERVEJEIRO

Empório Jaguaribe, ambiente agradável perto do mar e pioneiro em Salvador para as cervejas artesanais, onde se pode encontrar cervejas Bamberg, Colorado, Klein e Bierland. Além da carne louca e da batata aperitivo. Vale a pena conhecer.

7) MELHOR CERVEJA CASEIRA

DUM Petroleum, excelente cerveja de panela. Ela conseguiu sair da panela e receber premiação, provando que os cervejeiros caseiros sabem fazer receitas de qualidade. Não tive a oportunidade de experimentar a versão industrial, mas a da garrafa pet dos festivais é maravilhosa. Parabéns DUM.

8) MELHOR CERVEJA DO ANO, AQUI OU LÁ FORA

Não destaco uma cerveja, mas todas as produzidas aqui no Brasil, que, apesar das dificuldades, do clima, da pressão das leis e da falta de cultura da maioria da população, vêm crescendo cada vez mais, se destacando em concursos internacionais e apostando em inovações. Parabéns a todos cervejeiros caseiros e microcervejarias. Valeu!

9) RÓTULO MAIS BONITO DO ANO

Cerveja Capitu, do Frederico Ming (da AcervA Paulista), prata no concurso de rótulos e ouro em inovações na arte de fazer cerveja em casa.

10) NOVIDADE DO ANO

O primeiro concurso de cervejas caseiras da Bahia. O movimento vem crescendo muito por aqui e conseguimos fazer um concurso de qualidade e uma festa maravilhosa.

11) MELHOR FATO CERVEJEIRO

O primeiro festival de cerveja artesanal da Bahia, realizado na praia de Itapuã, perto do farol, passando uma tarde em Itapuã e bebendo cerveja boa em Itapuã. Apesar de nossas dificuldades, conseguimos fazer uma festa maravilhosa. Aguardem 2014!

12) PIOR FATO CERVEJEIRO
A perseguição do MAPA as cervejas caseiras, prejudicando muitas festas de outras AcervAs e impedindo os cervejeiros caseiros de mostrar sua arte.

Tags: