Paladar

Melhores de 2012, parte 2: Pedro Braga

07 janeiro 2013 | 22:00 por Roberto Fonseca

Foto: Arquivo pessoal

Pedro Braga, um dos sócios do bar cervejeiro Biermarkt, em Porto Alegre (RS):

1) MELHOR ALE NACIONAL

Bodebrown Perigosa IPA. Voto nela pelo equilíbrio, qualidade e por estar sempre igual.

2) MELHOR LAGER NACIONAL

Bierland Vienna Lager. Para mim, a melhor cerveja produzida no Brasil.

3) MELHOR ALE IMPORTADA

Brewdog Punk IPA. Nenhuma se compara a ela, é única diferente de todas.

4) MELHOR LAGER IMPORTADA

Pilsner Urquell. Melhor pilsen do mundo na minha opinião. Não vejo a hora de chegar em barril.

5) MELHOR CHOPE

Weinhenstephaner Vitus. A chegada dela em barril foi um presente em 2012.

6) MELHOR BAR CERVEJEIRO

Biermarkt. Como é meu, indico também o Delirium Café, do RJ, pela qualidade e variedade.

7) MELHOR CERVEJA CASEIRA

Alessandro Ren (Tranquilus APA) e Luis Balbinot (North Oakland Double IPA) empatados.

8) MELHOR CERVEJA DO ANO, AQUI OU LÁ FORA

Schneider Aventinus Barrique. Surpresa sem igual da tradicional escola alemã.

9) RÓTULO MAIS BONITO DO ANO

Não me apego muito a rótulos, mas o da Saison do Have a Nice Bier me chamou muita atenção.

10) NOVIDADE DO ANO

As novas fábricas da Bamberg e da Bodebrown, mostrando que o mercado está aquecido e dá lucro para quem é sério. O pessoal continua se profissionalizando cada vez mais.

11) MELHOR FATO CERVEJEIRO

O lançamento da Eisenbahn 10 Anos, provando que a Brasil Kirin (ex-Schincariol) está atenta e preocupada com seus produtos top de linha.

12) PIOR FATO CERVEJEIRO

Ego nas alturas em todas as áreas do meio. Não ajuda em nada nosso mercado e só cria mais confusão para o consumidor final.

Tags: