Paladar

Melhores de 2012, parte 35: Alessandro Pinesso

19 janeiro 2013 | 09:00 por Roberto Fonseca

Foto: Arquivo pessoal

Alessandro Pinesso, beer sommelier, autor de capítulo da edição brasileira do livro “Filosofia de Botequim”, do norte-americano Matt Lawrence, de São Caetano do Sul (SP):

1) MELHOR ALE NACIONAL

Way Beer Belgian Dark Roller Coaster IPA. A Way Beer é uma cervejaria jovem e ousada, que foge ao convencional e entrega rótulos interessantes como este. Mesmo um tanto distante do que se entende por IPA, é uma bela cerveja, saborosa e fácil de beber.

2) MELHOR LAGER NACIONAL

Eisenbahn 10 anos. Alguns dizem que não se enquadra na categoria doppelbock, mas o resultado agradou bastante. A adição de chips de carvalho francês proporcionou um charme extra e maior riqueza de aromas e sabores.

3) MELHOR ALE IMPORTADA

Shepherd Neame 1698. Sou fã declarado das ales inglesas, e esta não foge à tradição, muito saborosa, com amargor na medida certa.

4) MELHOR LAGER IMPORTADA

Anchor Steam Beer. Um exemplo de cerveja boa de beber, mas com personalidade, de aroma e sabor marcantes. Ao lado da Brooklyn Brewery, a Anchor é uma das cervejarias gringas mais interessantes.

5) MELHOR CHOPE

Cervejaria Nacional, em SP. Alexandre Sigolo desenvolve um belo trabalho extraindo boas cervejas das torneiras da Nacional, o único brewpub de São Paulo.

6) MELHOR BAR CERVEJEIRO

Empório Alto dos Pinheiros, em SP. A melhor oferta de rótulos do País, boa comida, bons preços e a inabalável simpatia de Paulo Almeida, o proprietário.

7) MELHOR CERVEJA CASEIRA

Capitu Oatmeal Stout, vencedora do concurso d’Acerva Paulista, elaborada por Frederico Ming. Além do ótimo resultado final, o mérito vai também pelo esforço em produzir o próprio malte.

8) MELHOR CERVEJA DO ANO, AQUI OU LÁ FORA

Não tenho uma eleita, foram várias boas cervejas provadas. Posso dizer qual foi a maior surpresa, a Amazon Beer Taperebá Witbier. Leve, equilibrada e muito agradável, um verdadeiro achado substituir a laranja curaçau pelo taberebá.

9) RÓTULO MAIS BONITO DO ANO

Colorado Guanabara. O apelo retrô dos rótulos da Colorado continua imbatível.

10) NOVIDADE DO ANO

O bar Coisa Boa, em SP. A casa conta com uma agradável varanda externa, que pode ser aberta ou fechada. O destaque é a bela geladeira que ocupa uma parede inteira e é um convite à tentação. Os preços estão afixados nas tampinhas, o que facilita a escolha. Além disso, fica em um bairro que não contava com um bom bar voltado às cervejas especiais.

11) MELHOR FATO CERVEJEIRO

O aumento expressivo da base de consumidores e da oferta de rótulos, seja em lojas especializadas ou em supermercados. Aos poucos, as pessoas começam a entender as muitas diferenças entre as cervejas especiais e as industriais.

12) PIOR FATO CERVEJEIRO

Especialistas em vinho que resolvem falar sobre cerveja e acabam metendo os pés pelas mãos. Desnecessário citar nomes…

Tags: