Paladar

Melhores de 2012, parte 69: Paulo Feijão

30 janeiro 2013 | 14:00 por Roberto Fonseca

Foto: Arquivo pessoal

Paulo Rogério Bettiol, criador do blog Obiercevando e beer sommelier da Dama Bier, de Piracicaba (SP):

1) MELHOR ALE NACIONAL

Não tem como não lembrar da Black Rye IPA da Bodebrown neste ano que passou. Foi uma das cervejas que mais marcou, uma complexidade de maltes e lúpulos maravilhosa. Na pressão ela se destaca ainda mais. Bela cerveja.

2) MELHOR LAGER NACIONAL

Gosto muito do estilo doppelbock e a Bambergerator da Bamberg matou a pau, Cerveja muito bem executada, com potência, muito caráter de malte e uma complexidade digna de uma tradicional doppelbock germânica.

3) MELHOR ALE IMPORTADA

Sinceramente a Anchor Old Foghorn é uma bela representante do estilo american barleywine, e ela chegou em boas condições e tive oportunidade de tomar algumas maravilhosas. E como quase não temos bons representantes do estilo, essa merece destaque.

4) MELHOR LAGER IMPORTADA

Vou ter que colocar uma outra doppelbock nesta lista, a Ayinger Celebrator. Uma legitima representante do estilo e reconhecida mundialmente. Sem falar que ela harmonizada com qualquer sobremesa com chocolate, é para ficar de joelhos.

5) MELHOR CHOPE

Foi no Biermarkt em Porto Alegre que o amigo Pedro Braga apresentou o Rogue Cap’n Sig’s Northwestern Ale, uma India Red Ale fantástica, equilibrada, com lúpulo e malte andando juntos.

6) MELHOR BAR CERVEJEIRO

Olha, apesar das novas opções cervejeiras, o Frangó ainda possui uma atmosfera cervejeira que gosto muito. Toda vez que vou lá, me sinto em casa. E as opções cervejeiras continuam ótimas.

7) MELHOR CERVEJA CASEIRA

Tive a oportunidade em ser jurado no 1º Concurso Paranaense de Cerveja Feita em Casa, organizado pela Acerva-PR no Hop´n´Roll em Curitiba. E a cerveja Mutum Cavalo, uma IPA feita pelo Alberto de Mattos Basso e José Marcelo Popi estava fantástica. Realmente uma cerveja digna de ser premiada.

8) MELHOR CERVEJA DO ANO, AQUI OU LÁ FORA

A Duvel Tripel Hop edição 2012 está demais. Uma cerveja que mesclou tradição belga, com lúpulo americano (Citra) e o resultado foi uma cerveja maravilhosa, equilibrada e perigosa, pois os 9,5% de álcool
estão bem escondidos. A edição de 2013 virá com o lúpulo Sorachi Ace, vamos esperar para ver.

9) RÓTULO MAIS BONITO DO ANO

O rótulo da Cerveja do Amor da Bodebrown é um caso a parte. Dispensa comentários.

10) NOVIDADE DO ANO

O aumento expressivo de cervejarias brasileiras participando de concursos internacionais e trazendo diversas medalhas em variados estilos. Demonstra que estamos evoluindo.

11) MELHOR FATO CERVEJEIRO

A disposição do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) em ouvir os cervejeiros para melhorar e atualizar as leis que regem sobre a cerveja. Esperamos que o mercado cervejeiro evolua com isso.

12) PIOR FATO CERVEJEIRO

Sinceramente, gostaria de não falar sobre isso. Temos vivenciado uma evolução no mercado e acho importante valorizarmos isso e vivenciarmos isso. Acho que o cuidado necessário para todos é não deixar inflar o ego e remarmos todos na mesma direção.

Tags:

Ficou com água na boca?