Paladar

Melhores de 2012, parte 7: Filipe Muniz

09 janeiro 2013 | 22:00 por Roberto Fonseca

Foto: Arquivo pessoal

Filipe Muniz, vice-presidente da Acerva Pernambucana e sócio da “nanocervejaria” Maria:

1) MELHOR ALE NACIONAL

Gostei Bastante de uma IPA levada para Piracicaba (na edição de 2012 do Concurso Nacional das Acervas) pelo Lagom Brewpub, de Porto Alegre (RS).

2) MELHOR LAGER NACIONAL

Bamberg Helles. Deveria ser carro-chefe deles.

3) MELHOR ALE IMPORTADA

Aqui a coisa complica bastante. Vou de Gouden Carolus Cuvée van de Keizer Blauw

4) MELHOR LAGER IMPORTADA
Chatoe Dirtoir Black Lager da Rogue. Um torrado muito bem posto, em uma melhor leitura das schwarzbiers alemães.

5) MELHOR CHOPE
Maria Estela, da nossa nanocervejaria Maria. Uma witbier seca, herbal e cítrica, perfeita para o clima de Recife (PE). Ainda não está à venda para o grande público, chegaremos lá!

6) MELHOR BAR CERVEJEIRO

Empório Alto dos Pinheiros. Tudo no bar parece casual, mas mostra uma consistência de marca e um atendimento interessantíssimo.

7) MELHOR CERVEJA CASEIRA
Não sei se esta seria a categoria correta, mas a Oatmeal Stout da Caverna dos Ogros que foi levada ao encontro das Acervas me fidelizou ao meio de muitas cervejas doces e inventivas além da conta.

8) MELHOR CERVEJA DO ANO, AQUI OU LÁ FORA

A cerveja que mais me entusiasmou este ano foi uma Rosé de Gambrinus da Cantillon. Serviu de contraponto a um excesso de doçura que acaba com muitas de nossas cervejas nacionais.

9) RÓTULO MAIS BONITO DO ANO

Nenhum chega aos pés da Colorado. Deimoselle leva este ano.

10) NOVIDADE DO ANO
A aproximação do MAPA da nova realidade cervejeira, pelo menos no interesse deles em saber o que se passa.

11) MELHOR FATO CERVEJEIRO
Soube, via Facebook, do lançamento da Cervejaria Cooperativa Inconfidentes. Gosto bastante da proposta de Jambreiro, Grimor e Vinil. Torço bastante pelo sucesso deste projeto,com pessoas competentes e humildes. O excesso de vaidade estraga o que penso de muitas cervejarias.

12) PIOR FATO CERVEJEIRO
O posicionamento claro do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) sobre a ilegalidade da cerveja de panela. Principalmente na comercialização indireta, por meio da cobrança de ingressos para eventos cervejeiros das AcervAs.

Tags: