Paladar

OS MELHORES DE 2009, parte 10

26 dezembro 2009 | 19:58 por Roberto Fonseca

O cervejeiro caseiro Marco Zimmermann adicionando lúpulo em uma de suas receitas, batizadas de Opus. Foto: Arquivo Pessoal

Presidente da Associação dos Cervejeiros Artesanais de Santa Catarina (AcervA Catarinense), Marco Zimmermann também produz em sua casa, no bairro do Campeche, em Florianópolis, suas próprias crias, batizadas em série de Opus (nome em latim dado à obra de um compositor; por exemplo, a Opus 125 é a nova sinfonia de Beethoven). Uma delas, a número 2, ficou em segundo lugar no Concurso Mestre-Cervejeiro da Eisenbahn em 2007. Hoje, a produção já está no número 67, com uma witbier. Em sua lista de votos, Zimmermann destacou cervejas catarinenses, mas também entrou na “fanfarronice” do Alexandre Bazzo ao escolher a inacessível (ao menos para os brasileiros que não viajam até lá) Andechs Doppelbock como melhor lager. Deixe estar…

1) A ‘top das tops’ de 2009
Neste quesito, faço das palavras da Cilene (Saorin, mestre-cervejeira e beer sommeliére) as minhas… difícil eleger uma entre todas que tomei este ano como a “top”.

2) Melhor ale
Orval (da Bélgica)

3) Melhor lager
Tenho de concordar com o Alexandre Bazzo, a melhor lager que já tomei
foi neste ano, a Andechser Doppelbock Dunkel (da Alemanha).

4) Destaque nacional
Imperial Stout do Tonera produzida nas panelas da Schornstein (de Pomerode, SC) e Helles
Bock da Zehn Bier (de Brusque, SC).

5) Destaque importado
Aecht Schlenkerla Rauchbier, da Alemanha (nota do blog: entre as variedades defumadas produzidas pela Schlenkerla, apenas a Märzen chega ao Brasil).

6) Novidade cervejeira
As cervejas do Oliver Boje, mestre-cervejeiro alemão, produzidas pela Cervejaria da Ilha (Florianópolis), a começar pela Export Gold. Ano que vem teremos muita coisa boa!

7) Fato cervejeiro
Tivemos alguns fatos interessantes este ano. A redução de impostos para cervejarias artesanais de SC é resultado de anos de luta das cervejarias do Estado, uma grande conquista para as artesanais e o consumidor. Este ano também tivemos aumento significativo no número de cervejeiros caseiros, e como reflexo sentimos o fortalecimento e o surgimento de novas ACervAs pelo País. E por último, o aumento na variedade de equipamentos e insumos cervejeiros disponíveis para os caseiros, facilitando cada vez mais a nossa vida.

8) Pior momento cervejeiro
Quando ficamos sem cerveja caseira no estoque!