Paladar

A um clique

22 janeiro 2013 | 08:24 por Patrícia Ferraz

A ideia é boa: café em grão ou torrado para diferentes métodos de extração, comprado pela internet e enviado pelo correio. Essa é a ideia do Clube Café, loja online de Luiz Claudio Cruz, que cultiva o produto há dez anos, em Campos Altos, no Cerrado Mineiro.

 

Desde agosto de 2012, ele oferece por meio do site cafés das variedades bourbon amarelo, acaiá e catuaí, em diferentes blends, por um sistema de assinatura. O cliente faz um plano de doze meses e recebe mensalmente pacotes dos grãos escolhidos, que podem ser torrados ou não, inteiros ou moídos para o método de extração escolhido. A equipe do blog experimentou três opções de cafés disponíveis no plano chamado clássico, junto com o barista Thiago Nego, do Sofá Café, que também preparou a bebida. São três sugestões de blends: ‘suave’, ‘equilibrado’ e ‘forte’.

 

FOTOS: Cynthia Almeida Rosa/Estadão

 

 

Um dos pontos positivos destacados pelo barista está na embalagem, que informa a data de torra, as variedades que compõem o blend e características sensoriais. “Pena que ele não cite a origem, ao menos a região de cultivo. É um dado importante”, pontua.

 

Luiz Claudio disse ao blog que os grãos são torrados entre os dias 25 e 27 de cada mês, moídos na mesma data da torra, e que as entregas demoram de 3 a 10 dias, dependendo do destino. O lote provado pelo De Grão em Grão no dia 18 de janeiro foi torrado em 21 de dezembro de 2012.

 

Em uma Hario V60, Nego usou 20g de pó para 200 ml de água, com a ajuda de uma balança de precisão. Veja a seguir as impressões:

 

Suave, blend de acaiá e catuaí, torra clara – segundo o barista, embora a embalagem indicasse a moagem para coador, o pó estava fino demais para esse tipo de extração. A bebida se mostrou sem potência de aroma, mas com acidez equilibrada e doçura média. “É um café bom para um fim de tarde, um grão para o dia a dia”, observa.

 

Equilibrado, blend de bourbon amarelo e catuaí, torra média – apresentou corpo e acidez equilibrados, aromas de damasco, frutas secas, além de doçura que lembra melado e alguma acidez cítrica. Foi o melhor entre os três.

 

Forte, blend de acaiá e bourbon amarelo, torra escura – a bebida trouxe algo de amargor. Pode ter sido resultado da torra excessivamente escura.

 

 

Resultado: “O projeto é bom e os grãos são de qualidade. Basta cuidado na torra e na moagem”, diz Thiago Nego.

 

Clube Café (www.clubecafe.net.br). Planos mensais a partir de R$ 12,50, mais frete, com opções de pacote de 250g, 500g,1kg, 3kg e 5kg. Algumas variedades estão disponíveis também em sachê. Além do grão verde, tem ainda opção de torrado e moagens para expresso, coador, cafeteira italiana, prensa francesa e ibrik.

 

O kit degustação provado pelo De Grão em Grão, com três pacotes de 150g cada um, sai por R$ 24,48.

Tags: