Paladar

Um café para dividir

Histórias e experiências sobre o café

Café e coquetéis

Você sabia que o Irish Coffee tem em sua receita original Café do Brasil?

09 de julho de 2021 | 17h50 por Ensei Neto

O café, inicialmente, era bebida com certo caráter religioso, pois as primeiras pessoas a consumirem regularmente eram seguidoras do Islamismo. O fato de deixar a mente mais esperta foi o benefício que cativou aqueles religiosos, além do fato de não ser alcoólica.

No alvorecer do Iluminismo, o café, ao dar mais sobriedade aos discursos e pensamentos libertários, se tornou a bebida preferida dos encontros, tornando-se um símbolo social.

A primeira vez que um coquetel alcoólico com café teve seu registro foi num rigoroso inverno europeu.
O coquetel foi servido pela primeira vez no restaurante do aeroporto de Foynes, Irlanda, criado chef Joseph Sheridan, às pessoas que tiveram seu vôo cancelado devido às nevascas numa noite muito fria. Sheridan resolveu aquecer cafeinadamente as pessoas ao adicionar whiskey irlandês a uma dose de café brasileiro, seu preferido, com um toque de chantilly de creme de leite.

Irish Coffee. Foto: Ensei Neto/Arquivo Pessoal

O coquetel tornou-se icônico de tal forma que é parte dos três desafios que os baristas têm cumprir nas competições oficiais.
O flerte do café com a coquetelaria vem se tornando mais frequente, contando há tempos com uma competição entre baristas chamada Coffee in Good Spirits. Essa ligação do café com bebidas alcoólicas tem trazido ao mercado talentosos profissionais, ganhando importância também para as empresas produtoras das chamadas bebidas espirituosas.

Chris Carijó, atualmente como chefe de bar do Belle Époque, em Pinheiros, fez um curso de formação de barman em 2010, onde teve contato com o café como ingrediente. A partir disso, despertou seu interesse pelo café e iniciou-se como barista no Suplicy Cafés Especiais. Chris, criador do coquetel Rabo de Galo Carijó é adepto do uso do café na coquetelaria devido aos vários tipos de preparo que podem ser empregados.

Marco de La Roche, vencedor de edições da competição Coffee in Good Spirits, conhecido consultor de bares e editor do Mixology News, apesar de ter iniciado sua carreira como bartender, teve seu momento barista, que agregou outra visão ao combinar técnicas de preparo do café com receitas e releituras de clássicos da coquetelaria.

Bartenders & Baristas Challenge. Foto: Divulgação.

Com intuito de aproximar as comunidades de bartenders e baristas de todo Brasil, a marca espanhola Licor 43, representada no Brasil pela Aurora Fine Brands,   promove a versão nacional do Licor 43 Bartenders e Baristas Challenge, o campeonato que convida as duas categorias de profissionais a criarem a melhor e nova receita de coquetel com Licor 43 e café.

As inscrições são gratuitas para todos os bartenders e baristas que atuam em território nacional, e poderão ser feitas pelo site https://licor43brasil.com.br/ até o dia 11 de julho (domingo). Os competidores deverão postar um vídeo com sua criação em suas redes sociais usando a hashtag #LICOR43BB202, apresentando a execução de sua receita.
Os vídeos serão exibidos no canal Licor 43 no Youtube com um vencedor adicional definido por votação do público em 27 de outubro de 2021.

O vencedor será definido pelo júri composto por Saulo Yassuda (Veja São Paulo), Mariana Proença (Revista Espresso), Zulu (bartender e mixologista responsável pelo grupo São Bento Gastronomia) e Tomas Vieira (gerente Zamora Company América do Sul).

 

SERVIÇO:

Licor 43 Bartenders e Barista Challenge 2021

Incrições: https://licor43brasil.com.br/

Aurora Fine Brands: www.aurora.com.br

 

 

 

Tags:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?