Paladar

Um café para dividir

Histórias e experiências sobre o café

Café e o compromisso ecológico

As grandes empresas também estão produzindo produtos que sinalizam compromisso ecológico.

18 de outubro de 2019 | 14h38 por Ensei Neto

Tempos atrás, diria até que era a romântica época dos anos 1960 e 1970, o leite era vendido em garrafas de vidro, algumas que se tornaram ícones do design. Em geral as pessoas tinham algumas garrafas para terem o leite reposto, enquanto outras ficavam na geladeira para consumo.

O desenvolvimento econômico, principalmente do final dos anos 1970 e início dos 1980, trouxe a cultura do consumo intensivo juntamente do descartável. Embalagens com quantidade para consumo individual e descartável, tão comuns hoje em dia, foram introduzidas no Brasil naquela época. O apelo para esses produtos sempre foi a praticidade que, no entanto, acabou por fazer de matas, rios e mares um grande lixão ao redor do mundo, principalmente em locais sem infraestrutura para recolher os plásticos de vida muito longa.

Hoje muitas pessoas possuem consciência de que atitudes simples como ir ao supermercado levando sua sacola para trazer suas compras ao invés de utilizar os sacos plásticos, no que o meio ambiente agradece. Porém a mudança de atitudes passa por um processo educativo, primordial em tudo, e estímulos juntamente com infraestruturas para dar suporte a quem quer colaborar com o meio ambiente.

Nesse ponto, as atividades e produtos que têm uma assinatura de que é feita manualmente, por artesãos profissionais ou bissextos, acabam por estimular o uso, reuso e até a transformação das coisas. No caso do café, a borra que sobre do seu filtrado de todo o dia, depois de seca, pode ser utilizada em seus vasos ou em sua horta, pois ajuda a controlar alguns insetos e melhorar a textura da terra. Tenha certeza de que as plantas irão lhe agradecer!

Em escritórios e outros locais de trabalho está cada vez mais difundido o hábito de cada pessoa levar sua caneca, deixando de lado os copos descartáveis. E beber um bom café em sua caneca preferida é sempre uma boa experiência, além de ter sempre a deixa de se contar alguma história!

Assim como os growlers, que são garrafões nos quais os fãs da cerveja reservam a sua preferida para um consumo entre amigos ou até para desfrute próprio, existem cafeterias que possuem para venda potes com tampas herméticas especialmente para os coffee lovers de plantão. Assim, você pode manter sempre à mão seus grãos torrados prediletos para um café esperto ou deixar moído.
É como um bentô (marmita em japonês…) de café!

Linha Origens do Brasil. Foto: divulgação.

Observando essa nova onda, gigantes do ramo começam a ensaiar passos para oferecer produtos com embalagens com pegada ecológica, o que é um sinal de que efetivamente o mercado está mostrando mudanças.

A gigante suíça Nestlé recentemente lançou uma nova linha de cafés que surpreende pela proposta, tanto na qualidade e seleção das origens e grãos, à embalagem empregada, que traz um ar retrô com a lata que pode ser reutilizada.

O fato de utilizarem grãos de origens que exige razoável esforço de logística, como é o caso da belíssima Chapada Diamantina, na Bahia, dá pistas de que o produto deve ser bem interessante.

É assim que caminha a Humanidade! 

Tags:

Ficou com água na boca?