Paladar

Três rótulos para mostrar que café na cerveja é uma boa pedida

Um café para dividir

Histórias e experiências sobre o café

Três rótulos para mostrar que café na cerveja é uma boa pedida

Cervejas com café podem ser muito surpreendentes na riqueza de sabores

01 agosto 2018 | 17:48 por Ensei Neto

A cerveja é a bebida com álcool da vez!

Da mesma forma que o café, a sua produção permite uma versatilidade que é praticamente infinita, combinando estilos, que regram o modo de feitura, e diferentes ingredientes. Até a forma de como o lúpulo é adicionado pode definir uma nova categoria.

Dentre os estilos mais interessantes, estão as Porter, que são cervejas que sempre apresentam uma coloração escura, maior intensidade de corpo e, por isso mesmo, uma estrutura que convida à uma combinação com ingredientes cheios de teobromina e cafeína. Só para lembrar, essas duas substâncias são irmãs, sendo a teobromina – encontrada no cacau e, em conseqüência, no chocolate – quem precede a cafeína, presente no café. São substâncias que levam à felicidade em cada gole ou mordida.

Gostaria de comentar sobre algumas cervejas que estão no mercado e revelam como a parceria com café poder ser um sucesso.

FOTOS: Divulgação

Cervejas que levam o café como ingrediente não são mais novidade, desde a Demoiselle, da antiga cervejaria Colorado, e a Hopp Arabica.

A Zalaz, cervejaria instalada na Fazenda Santa Terezinha, em Paraisópolis (MG), sempre teve forte ligação com o café porque são produtores com excelente reconhecimento do mercado. Logo, desenvolver uma cerveja com café seria um passo lógico, mas com fundamentos que pudessem lhe destacar. A Carvalho & Café é um belo exemplo do estilo Porter. Equilibrada, com lúpulo na medida, o café predomina sem esconder os outros sabores, principalmente o toque delicado de baunilha, resultado da adição de chips de carvalho.

Bad Motorfinger. Anote este nome. Com um divertido nome de “vela batendo pino”, é uma cerveja Imperial Porter excepcional. Com infusão de café expresso adicionada em fermentação secundária e passagem por barricas de bourbon, o resultado é equilíbrio entre os sabores do café, de baunilha e o característico do uísque. Produzida pela Koala San Brew, de Nova Lima (MG), foi também feita de forma colaborativa com as cervejarias OMF – Our Mutual Friend Brewing Co. e a Denver Beer Co., ambas nos Estados Unidos, sendo que com esta última a cerveja conquistou medalha de bronze no US Open Beer de 2016.

A cerveja Dengo American Pilsen tem como adjuntos extratos de café e de cacau e surpreende porque manteve o estilo leve e refrescante da Pilsen, personalidade que é reforçada pelo emprego de lúpulo Citra, de característica elegantemente floral. Percebe-se perfeitamente tanto os sabores do café quanto o do cacau, num jogo sensorial esperto.

Tags:

Ficou com água na boca?