Paladar

Café na garrafa térmica vale a pena?

Um café para dividir

Histórias e experiências sobre o café

Café na garrafa térmica vale a pena?

Descubra se a garrafa térmica conserva bem o café

29 novembro 2017 | 16:14 por Ensei Neto

Diversos estudos admitem que, em boa parte, a evolução da humanidade se deu após o domínio do fogo, tanto para sua proteção quanto para o uso com alimentos. Utilizar o fogo no preparo permitiu, além de melhorar o sabor de alimentos como carnes, facilitou ao acesso à alimentação e, por conseqüência, mais fácil de consumir. Como tudo que sofre um tipo de processamento, incluindo-se o cozimento, depois de pronto tem início uma corrida contra o tempo para saber o quão saudável ou quão saboroso se mantém.

Um feijão fica delicioso após o cozimento e bem temperado, muitas vezes até mais no dia seguinte, desde que cuidadosamente guardado. Logo começa a se deteriorar, estragando-se e ficando definitivamente impróprio para consumo, devido à ação do ar ou, mais especificamente, do oxigênio. Piora mais rapidamente se o dia estiver quente.

Lembre-se que ao cozinhar, o alimento, digamos, morre. É o preço do sacrifício.

Da mesma forma, depois de torrada e principalmente moída, a semente do café também tem seu tempo de validade em contagem regressiva até se oxidar e perder parte de seus atributos sensoriais. Ao escolher um método de preparo com uma semente de boa procedência, procure sempre por uma recém torrada  para um bom resultado.

Foto: Ensei Neto/Arquivo Pessoal

Há uma regra sensorial: se as sementes são de excelente origem e a torra foi bem feita, a percepção da bebida melhora enquanto esfria. Morna ou até mesmo fria fica muito saborosa, vindo a ressaltar, por exemplo, a doçura.

Certamente você já deve ter passado por essa experiência, de numa cafeteria beber um café coado durante uma boa conversa e ele ficar cada vez mais delicioso conforme esfria.

No entanto, numa garrafa térmica o processo não ajuda muito nesse quesito: a temperatura mais alta acelera a oxidação, mudando para pior o sabor do café. Quanto mais tempo na garrafa térmica, tanto pior. É por isso que costumo dizer que garrafa térmica é o cemitério do café….

Imagine, então, se for de um lote de péssima qualidade, muito usual em repartições públicas e alguns bares que servem essa cortesia… piora o que já é ruim!

É muito melhor beber um excelente café frio do que sofrer com um péssimo quente. Por isso, o ideal é preparar a quantidade que você vai beber em seguida.

Abraços cafeinados!

Tags:

Ficou com água na boca?