Paladar

Um café para dividir

Histórias e experiências sobre o café

Cafés dos campeões para beber em casa

Conheça novos lotes de cafés de produtores campeões do concurso Cup of Excellence.

12 de outubro de 2020 | 16h43 por Ensei Neto

A idéia de que os melhores cafés produzidos no país eram todos exportados foi dominante por muitas décadas e, ainda, para muitos consumidores ainda esse sentimento permanece.
Parte desse sentimento foi (e ainda é) reforçado pelo fato de que muitos produtores mantém para consumo próprio os seus (pasmem!) piores cafés, repletos de grãos imaturos, quebrados e até apodrecidos. Uma das justificativas que se ouve desses produtores é a de que o importante é “vender o melhor café”, que tem um preço melhor.

Para que grãos de melhor qualidade sejam efetivamente oferecidos também no mercado interno é necessária uma combinação de atividades educativas junto ao cafeicultor para este conheça a qualidade sensorial do que produzem, bem como de promoção e educação do consumidor.

Os diversos concursos de qualidade têm contribuído para que os produtores melhorem seus processos de produção, tendo mais atenção aos detalhes que podem influenciar no resultado sensorial de um lote como o ponto de maturação das frutas no momento da colheita, o cuidado durante a secagem e o processo de seleção (conhecido entre os cafeicultores como “catação”, equivalente a “retirar o que não deve ficar…”). Ter anotações de qual talhão ou gleba da propriedade, sobre a variedade e como secou esse lote faz parte de um conjunto de informações que permite conhecer a ficha técnica de cada lote, fundamental para que o processo possa ser repetido.

O Cup of Excellence, mundialmente conhecido e que teve início de sua trajetória no Brasil em 2.000, tem em sua fase internacional um corpo de jurados formado em grande parte por profissionais compradores de torrefações e companhias de comércio, que posteriormente são decisivos para a compra dos lotes vencedores durante um leilão.
Recentemente, torrefações do Brasil passaram a participar desse leilão, permitindo que alguns desses cafés muito bem pontuados cheguem ao nosso consumidor. Outro efeito decorrente foi o lançamento de cafés torrados por alguns dos produtores finalistas desse concurso, estimulados pela idéia de oferecer alguns de seus melhores lotes para o mercado brasileiro, uma vez que alguns já poderiam ser saboreados numa visita a uma dessas fazendas…

Os últimos meses pandêmicos fizeram com que muitas pessoas passassem a consumir mais café em casa, muito pelo isolamento ou até por força do “home office”. Nunca se experimentou tanto!

Uma iniciativa que tem por objetivo promover a experiência de se degustar cafés especiais em casa com excelente relação benefício/preço é o Coffee++, projeto conduzido pelo Pedro Brás, Rafael Terra e Leonardo Tavares. A partir de lotes selecionados de produtores que foram vencedores do concurso Cup of Excellence, são oferecidos em seu ecommerce café torrado em grão e moído, cápsulas e também no formato drip coffee.

Dentre os produtores que fornecem os ótimos cafés, cujos lotes adquiridos pela Coffee++ têm pontuação mínima de 84 pontos do protocolo SCA – Specialty Coffee Association, estão Ricardo Tavares, da Chapada de Minas (leia-se Norte de Minas), e Gabriel Nunes, do Cerrado Mineiro.

Coffee++. Foto:Divulgação.

Outra fazenda que também estreou seu ecommerce com seus lotes de cafés especiais é a Fazenda São Lourenço, do grupo mineiro BMG. Mantendo o nome de seus conhecidos cafés exportados para diversos países, Guima Café, a linha contempla nomes de animais do cerrado para cada tipo de produto. Mariana Caetano, responsável pelo projeto, destaca que o objetivo é o de oferecer uma ótima experiência sensorial com boa relação benefício/preço, incluindo também o conceito de gift, isto é, belas embalagens para presente.

Guima Café. Foto: Divulgação.

Serviço:

COFFEE++ : www.coffeemais.com

GUIMA CAFÉ: www.guimacafe.commercesuite.com.br/

 

 

 

 

Tags:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências