Paladar

Em busca do café perfeito: conheça o novo método Clever

Um café para dividir

Histórias e experiências sobre o café

Em busca do café perfeito: conheça o novo método Clever

No segundo post da série sobre métodos, veja dicas de como preparar uma xícara de café com o novo método criado em Taiwan, que permite controlar o fluxo do café e assim obter diferentes nuances de bebida

27 setembro 2018 | 13:39 por Ensei Neto

Nesta série, comecei comentando sobre a invasão oriental no mundo do café. Sim, a coisa é séria mesmo e não tem volta!

Quando povos que têm espírito disciplinado e focado começam a se interessar por um assunto, tenha certeza de que coisas boas virão.

Devido à tradição de cultura e tecnologia, o Japão desponta com seus utensílios e gadgets sempre inspirados, seguido de perto da Coréia do Sul com sua novíssima legião de coffee nerds, que buscam a perfeição em cada item do preparo do café.

No entanto, sem fazer muito alarde, vem de Taiwan um dos métodos mais interessantes para o preparo do café, que tem o nome de Clever, que em inglês significa “esperto”.

Seu design é baseado nas clássicas linhas do suporte ou porta filtro Melitta, porém com ranhuras bastante expressivas e um sistema que controla o fluxo do café de acordo com sua preferência de bebida. Esse controle de fluxo é feito com um tampão que é acionado ao se colocar o suporte sobre uma caneca ou jarro, permitindo que a bebida escoe livremente.

Clever. Foto: Ensei Neto/Arquivo Pessoal

Esse método é muito engenhoso, pois o filtro de papel empregado é bastante fácil de se encontrar, além de permitir uma variação muito grande entre a quantidade de café moído, o volume de água e o tempo do preparo.

Saiba que o café nada mais é do que uma bebida que é resultado do que a água quente conseguiu retirar do pó torrado. Além da cafeína e sua família, tem os açúcares (sim, um café bacana é sempre muito doce naturalmente, como um bom suco de frutas) e o ácido cítrico, que é encontrado na laranja.

Se você tiver um moinho em casa, você pode experimentar diferentes tipos de moagem, desde uma mais grossa até uma mais fina. Ao testar cada um desses, poderá perceber que a moagem mais grossa confere uma bebida mais suave e azedinha do que a mais fina, em geral mais amarga porque a bebida resultante terá mais cafeína.

Experimente as variações possíveis e, assim, você poderá conhecer um pouco mais das possibilidades de bebida que seu café preferido pode oferecer.

E uma dica final: em razão desse controle de fluxo, muitas pessoas têm utilizado a Clever para o preparo de chás com excelentes resultados.

Tags:

Ficou com água na boca?