Paladar

Um café para dividir

Histórias e experiências sobre o café

Sua casa é sua nova cafeteria

Confira dicas para montar sua cafeteria em casa

08 de junho de 2020 | 19h37 por Ensei Neto

Uma das tendências consolidadas foi a de que o café se tornou o ritual preferido das pessoas durante boa parte do dia nas atividades em casa.

Pesquisas em diversos países, inclusive no Brasil, apontam o crescimento do volume de café no consumo doméstico, em boa parte em razão da suspensão das atividades das cafeterias como medida preventiva à contaminação da covid-19.

O aumento desse consumo, que pode ser traduzido tanto pela movimentação no e-commerce quanto na preocupação que as pequenas torrefações na oferta de novas origens. Nos supermercados, as prateleiras da seção de café ganharam reforços na variedade de marcas e de utensílios de preparo.

Para dar uma ajuda com as dúvidas sobre o preparo e utensílios, farei uma pequena série de como você pode montar sua cafeteria em casa a partir dos pontos mais básicos.

Se você já tem alguns métodos de preparo, ótimo; senão, trabalhe com o que se tem. Não se martirize se não está em seu armário porta filtros ou cafeteiras diferentes.

Muitas pessoas, quando se tornam fervorosos devotos de Santa Cafeína, escolhem um lugar em sua casa, seja na sala ou cozinha, para estabelecer sua cafeteria ou, simplesmente, canto do café. Porém, nada que impeça você manter tudo em sua cozinha.

A primeira dica vai para o recipiente para esquentar a água. Apesar de existirem no mercado chaleiras que no Brasil são vendidas a preços quase proibitivos em razão de terem um desenho com destaque para o bico longo e em forma de uma letra “S” estilizada, sua ausência em seu arsenal não significa que seu café fique abaixo do ótimo.

O bico longo, conhecido como pescoço de ganso, padroniza o volume de água que você pode verter no pó de café, pois o seu menor diâmetro limita a vazão. Por isso, para o caso de competições de baristas, esse tipo de chaleira se torna uma ferramenta importante.

Chaleira com bico pescoço de ganso. Foto: Ensei Neto/Arquivo Pessoal

Em casa, você pode usar o que estiver disponível, muitas das vezes um canecão. Se ele tiver um afunilamento como bico, ajuda bastante, senão o trabalho para dosar o volume de água para passar num porta filtro. Canecão com bico largo exige um controle maior, o que é sempre mais difícil caso ele esteja cheio e, portanto, pesado. De preferência, separe uma peça somente para aquecer água, evitando utilizar para preparar comida, de forma a garantir somente os sabores do seu café após o preparo.

Se uma chaleira comum é sua melhor opção, preste atenção ao seu tamanho. Reforçando: chaleira mais leve é mais fácil de controlar o fluxo de água no filtro de café, mesmo que a chaleira seja grande. Portanto, aqueça de preferência a quantidade necessária de água.

Quanto ao material, aço inox ou alumínio, é muito mais questão de disponibilidade, mas se você puder optar por uma de aço inox, o aquecimento é sempre mais rápido.

Existem, entre outras opções, as chaleiras e jarros elétricos para aquecimento de água, que podem ser muito práticas em locais distantes da pia. Existem diversas marcas no mercado com bons produtos e preços razoáveis. Algumas permitem o controle da temperatura final, enquanto outras desligam automaticamente ao atingir a temperatura de ebulição da água.

Faça sua escolha sempre em razão do local que você tem para preparar o seu café, que pode ser até em seu espaço para o home office.

Tags:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?