Paladar

Luiz Américo Camargo

Eu só queria jantar

Almoço e jantar

24 março 2014 | 10:23 por Luiz Américo Camargo

Tem sido tão raro nos restaurantes da cidade que torna-se digno de nota: comi muito bem (não apenas bem) no almoço e no jantar, no mesmo dia! Pode parecer exagero, mas é algo a celebrar, um alento para as papilas e para o estômago. Foi na última sexta, mais um dia de chuva e trânsito ruim. Você, lendo aí na sua tela, deve até se perguntar: por que esse cara simplesmente não escolhe os lugares onde sabe que fará boas refeições e pronto? Porque o esquema não é tão simples assim. Porque preciso montar meu roteiro de visitas misturando casas novas, endereços desconhecidos, restaurantes antigos e, por vezes, algumas cozinhas de minha preferência. Porque estou sempre em busca de um lugar interessante para ser resenhado, toda semana (e nessa demanda do Graal, não tenho como prever o que vai acontecer; mas não é reclamação, não; é só um registro; prestar serviço ao leitor é uma coisa que me agrada). Confesso que, em geral, tento equilibrar: se me dou muito mal numa visita, tento compensar na seguinte…

Mas, para não alongar o papo, falemos sobre a sexta. O almoço? Foi no Epice, um executivo brilhante, com destaque para uma milanesa de primeiríssima linha. E uma torta de chocolate notável. O jantar, no Chou: com várias entradas, vegetais na brasa e que tais (com beterrabas, quiabos, abóboras e cia tão bons, nem deu para sentir falta de carne). É assim que se renova a fé no cenário gastronômico.

Ficou com água na boca?