Paladar

Luiz Américo Camargo

Eu só queria jantar

Eu só queria…

14 junho 2010 | 08:00 por Luiz Américo Camargo

…Tomar um café no balcão.

Foram quatro tentativas, no Shopping Bourbon. A mesma cena se repetia, em todas as ocasiões. Eu pedia um espresso, para tomar quase de um shot – é meu jeito de apreciar um café curto. Mas não podia pagar e esperar a bebida de pé, ali do lado. Tinha de sentar numa mesa.

– Mas eu não preciso ocupar uma mesa. Só quero um cafezinho.
– Aqui é assim, senhor. Só servimos para quem estiver sentado.

Pelovisto, em todos os lugares está ficando desse jeito. Até que, quase em crise de abstinência, me rendi, fui ao caixa, paguei pela minha ficha. E tive de esperar – para meu azar – uns dez minutos, já que a atendente preparava uns pedidos especiais antes do meu, com direito a tortas, drinque de café etc.

Até que o espresso chegou na mesa, e foi engolido num átimo. E não estava nenhuma maravilha, apesar da demora.

Será que os estabelecimentos não podem criar um esquema inventivo do tipo… “quem deseja sentar, toma na mesa; quem quer beber no balcão, fica no balcão?”.