Paladar

Luiz Américo Camargo

Eu só queria jantar

Favadas

11 fevereiro 2010 | 08:21 por Luiz Américo Camargo

A reportagem de capa do Paladar de hoje trata de uma leguminosa ainda pouco explorada pela maioria: a fava. Trata-se de um ingrediente que eu, particularmente, aprecio muito. Do conjunto da apuração, sem me alongar muito (confiram lá), destaco uma frase muito interessante de Rodrigo Oliveira: favas são cápsulas de purê.

Aproveitando o gancho pela coincidência de termos, mas deixando claro que são espécies diferentes, a matéria fala também da favada asturiana – feita com feijões brancos, chamados fabes e cultuados naquela região do norte espanhol. Do grupo dos grandes cozidos, diga-se, a fabada ao estilo das Astúrias certamente está entre os meus preferidos. Já escrevi sobre o prato aqui no blog, onde destaquei a receita de Nacho Manzano, neste site.

Aqui na cidade, Rodrigo Oliveira, José Barattino e Vítor Vasconcellos (Beco do Bartô) são exemplos de cozinheiros que adoram e manipulam muito bem as favas. Está calor para comer este tipo de produto? Pode até estar, o mas o que importa? Feijoada também cai melhor num dia frio. E nem por isso ela deixa de ser a senhora suprema do sábado, mesmo no verão.