Paladar

Le temps des cerises

Luiz Américo Camargo

Eu só queria jantar

Le temps des cerises

19 julho 2010 | 17:17 por Luiz Américo Camargo

IMG_0342 - Cópia2

Como estavam boas as cerejas na França. E na Itália também. As tais frutas vermelhas, de modo geral… Tão deliciosas quanto um belo almoço. Um quilo custava entre 5 e 8 euros. Carnudas, suculentas, doces. A foto aí de cima foi feita num domingo, na feira orgânica do Boulevard Raspail. Mas elas estão pelos pequenos mercados de toda a cidade.

Já na Itália – a imagem no fim do texto-, compramos no Mercado de Rialto, em Veneza. Rodamos pelas bancas, escolhendo as melhores e tentando tirar dúvidas sobre as diferenças entre ‘ciliegia’ e ‘durone’. No fim, fechamos negócio na banca onde a vendedora havia sido mais cordial e atenciosa. Ela nos explicou que o durone é o fruto mais maduro, mais escuro; a ciliegia, por sua vez, é a versão mais clara (entre o amarelo e o vermelho) e mais firme. E esclareceu que, na Itália, a frutinha tem os mais variados nomes, conforme o dialeto regional (a maioria deles é uma derivação de cerasa).

Ficou com água na boca?

Pedimos então à moça  ‘dois euros’ de cerejas, e informamos que estávamos comprando ali só por causa da simpatia dela, ainda que o preço não fosse o mais baixo. No fim, ainda ganhamos um desconto: o quilo, que valia 8, ficou por 6.

Levamos então nossos mais de 300 g de duroni à bica, logo ali ao lado, lavamos e comemos, até a última unidade.

IMG_0655