Paladar

Luiz Américo Camargo

Eu só queria jantar

Seguimos em frente

14 maio 2013 | 00:54 por Luiz Américo Camargo

Imagino que vocês tenham acompanhado a cobertura do 7o Paladar – Cozinha do Brasil. A equipe comandada pela Patrícia Ferraz fez um belo registro do evento, com o essencial das aulas, receitas, imagens. Ficamos muito satisfeitos com o conteúdo produzido em cada atividade: ingredientes, técnicas, tradições, invenções, cada convidado pôde dar sua contribuição.

Acho interessante observar que a cozinha brasileira caminha de forma nem sempre simétrica, nem sempre homogênea (afinal, ela é feita por profissionais diversos, com pesquisas e condições diferentes, fomes e curiosidades distintas). Mas segue em frente. E com a noção, cada vez mais enraizada, de que as parcerias, as trocas, são essenciais. Nesse espírito do “Brasil anfitrião”, o mote do congresso, foi possível ver o nascimento de novas tabelinhas entre profissionais, de novos compromissos, de novas aspirações. E viabilizar o encontro entre chefs de diferentes estilos – inclusive aqueles não necessariamente  são associados às cozinhas regionais brasileiras – e diferentes gerações. A roda se move, enfim.

Contudo, é fundamental constatar a intensa participação do público. De nada vale promover palestras e degustações maravilhosas se isso não for transmitido adiante. As aulas nunca estiveram tão cheias (cinco mil pessoas passaram pelo evento), com visitantes entusiasmados, sedentos e, em muitos casos, bastante ativos no compartilhamento do que viram nas redes sociais.

Da minha parte, quero agradecer a todos que foram às minhas atividades, ambas lotadas, com muita gente querendo opinar, discutir. Foi um prazer falar um pouco do cenário paulistano de restauração, com todos os seus poréns, mas também todo seu imenso potencial. E foi inesquecível conversar, almoçar e tomar vinho com um grupo ávido por saber como é o trabalho de um crítico. A propósito, no fim deste encontro especificamente, no restaurante Kinu, pedi aos participantes que escrevessem sobre a refeição. A provocação surtiu efeito e vários textos já chegaram. Prometo publicá-los no site do Paladar.

Mais uma vez, obrigado.