Paladar

Luiz Horta

Momento empada

22 março 2009 | 22:04 por Luiz Horta

Ontem no Emiliano antes de passarmos para o cardápio, como sempre muito bem executado pelo chef José Barattino, meu amigo Nico Ravel levou uma surpresa: uma caixa de empadinhas.

Na série de harmonizações modernas do Glupt! pensou: “empadinhas e Vega Sicilia, why not?”. Uma boutade que acabou funcionando muito bem, para júbilo dele. As empadas foram ótimo jogo de salão, com os pratinhos girando num ritmo de “empadas de Jó”. Rápido! Prova empada, prova vinhos, anota. Animação imediata.

A meu pedido, ele escreveu um box de harmonização.


Vega X Empada
(por Nico Ravel)

Empada de frango – pela clara seleção das carnes mais rosadas do frango, como coxa e sobrecoxa, a empada de frango ainda suportou, mesmo que com dificuldade, a presença do Vega Sicília Único 1995 – um tinto mais pontual, de madeira equilibrada e elegante. A acidez correta foi precisa com a gordura da massa e deu certo charme à simpática combinação de tinto com frango.

Empada de carne seca – mostrou afinidade com os três tintos, mas encontrou-se mesmo no Vega Sicília Único 1996, com sua musculosidade e estrutura opulentas. A grande presença da madeira conferiu corpo e os taninos firmes agüentaram bem o impacto da carne.

Empada de quatro queijos – obviamente um desperdício. Tinha tudo para ser a grande zebra da noite, considerando que tínhamos um Sauternes à mesa – que entraria como um bom intruso entre os Vega -, mas algum garçom espertinho retirou-a da mesa antes que fosse provada.

Empada de camarão – ficou gritando “Alsácia!” a noite toda, tomando patadas de Vega Sicília e se sentindo acuada.

Empada de carne – Grande momento da noite, o Reserva Especial valsou com a empada de maneira esplêndida. O corpo aveludado, porém consistente, foi engrandecido pelo sabor da carne, muito bem temperada com especiarias, e foi uma sensação divertida. Parecia uma grande sopa homogênea nadando nas papilas, uma velouté de empada ao vinho!

*agradecimentos à Empadaria da Vovó da Alameda Santos e à atendente Dona Marlene, que, muito atenciosa, assou empadas frescas especialmente para nossa categórica harmonização.

Ficou com água na boca?