Paladar

Luiz Horta

Nirvana sutil

20 março 2009 | 04:02 por Luiz Horta

Poucas coisas dão mais alegria no mundo dos vinhos que apresentar alguém a uma coisa maravilhosa. Ontem, num jantar, pude testemunhar um amigo tendo seu primeiro contato com um dos líquidos que aprecio, um Gravonia, Rioja branco da veneranda Bodega López de Heredia. Hoje dei um sorrisinho de saci maroto quando ele me mandou um email: “como aquele branco era superior ao tinto que tomamos!”. Era.

Os vinhos Tondonia, Bosconia, Gravonia são um mistério. Pacífico e benéfico. Mais um que começa o Tondonia-do, o caminho Tondonia para a iluminação vinífera…

Ficou com água na boca?