Paladar

Luiz Horta

O bonachão

12 abril 2009 | 04:06 por Luiz Horta

Visitei semana passada uma espetacular retrospectiva de Alexander Calder.

Saí de lá convicto que ele foi o maior artista do século passado. Ou pelo menos o maior do século passado, da semana passada…efeito comum nestas grandes exposições.

É tanta invenção, tanto prazer fazendo (tem uma série de filmes mostrando o seu m.o. em algumas esculturas e no famoso circo) mas, ao mesmo tempo, tanta mira e foco, que até hoje continua significando, de várias maneiras. Inclusive da mais difícil, a de mostrar o mesmo de outro jeito, para novas pessoas. Com sutileza que pode parecer aos distraídos, superficialidade.

É uma arte nunca cansada, diferentemente da exausta contemporaneidade.

Por tudo isto, Calder é a imagem para desejar uma feliz Páscoa.

Ficou com água na boca?