Paladar

Luiz Horta

Vidro em cacos

07 março 2010 | 20:09 por Luiz Horta

O Glupt! tem um amigo na Alemanha, o Fábio Monteiro, que além de saber tudo de música ( tem até música para download na Amazon e vive corrigindo educadamente meus pitacos resvalantes no assunto), é um animado conhecedor de vinhos. Ele me mandou um email sobre taças que achei bom demais para ficar mofando na minha caixa de mails. Vai aqui, o título é “que coisa horriedel”:

A propósito do seu post recente sobre a taça Riedel de GV que quebrou, li agorinha sobre um teste que balançou o palanque da turma.

Em dezembro passado, a revista alemã Stern testou 30 taças de vinho em três categorias: Riesling, Borgonha e Bordeaux. Os jurados eram dez sommeliers, jornalistas especializados – e os próprios fabricantes! Entre estes, havia nomes mais do que respeitáveis: Georg Riedel, Eberhard Eisch, Gerhard Frank (Zwiesel), Oliver Kleine (Leonardo) e outras feras. Cada jurado tinha os olhos vendados e luvas espessas o suficiente para não reconhecer a taça da vez pelo tato. E vamos aos resultados (tchantchantchantchaannn…):

Riesling: em primeiro lugar Zalto Denk’Art Weisswein (27,50 euros). Segundo: Zwiesel 1872 The First Riesling (31,95 euros). Terceiro prêmio pra Lobmeyr, Trinkservice 276 Champagne A (50 euros)
Borgonha: ouro pra Zalto Denk’Art Burgund (30,50 euros), prata pra Zwiesel 1872 The First Burgundy (31,95 euros), bronze pra Orrefors Difference Primeur (39 euros)

Bordeaux: primeiro prêmio de novo pra Zalto Denk’Art Bordeaux (29,50 euros), segundo de novo pra Zwiesel 1872 The First CS-Bordeaux (31,95 euros). E o terceiro lugar foi pra Stölzle Experience Bordeaux (que custa só 5,55 euros, por não ser artesanal…)

Não é preciso citar o grande ausente entre os premiados. Mais interessante é saber que o vencedor se chama Josef Karner, também austríaco e participante do teste, que representou a manufatura Zalto. Pois as taças que levaram a taça foram criadas… por um padre, Hans Denk (daí o “Denk’Art”). Mais informações e fotos das bichinhas no site da firma Zalto.

Não resisti à tentação e logo conferi na net os preços atuais das taças Zalto. Eram ainda os mesmos de dezembro de 2009. Só que a concorrência parece que ficou mais barata“.

zalto

Tags:

Ficou com água na boca?